Proliferação de armas nos EUA torna os crimes contra mulheres mais mortais
Fonte: CMG Published: 2022-11-02 15:18:40

O think tank Center for American Progress publicou um artigo no dia 31 de outubro, ponderando que o uso generalizado de armas nos Estados Unidos torna os crimes violentos contra mulheres mais mortais. Especialmente nos estados com leis fracas no controle de armas, as mulheres correm alto risco de serem baleadas. 

Segundo o artigo, na maioria dos incidentes a tiro que têm mulheres como alvo, os assassinos são seus parceiros ou maridos. Especificamente, as mulheres afro-americanas têm maior probabilidade de serem baleadas do que as de outras raças. No âmbito global, 92% das mortes de mulheres por armas de fogo nos países de alta renda ocorreram nos EUA em 2015.

Tradução: Zhao Yan

Revisão: Diego Goulart