Alterações dos regulamentos sobre exportações dos EUA podem violar o princípio da OMC de não discriminação
Fonte: CMG Published: 2022-10-27 16:30:53

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos anunciou no dia 7 deste mês uma emenda sobre os Regulamentos da Administração de Exportações, para atualizar as medidas de controle de exportação para a China. Ao mesmo tempo, a autoridade norte-americana adicionou 31 entidades chinesas à "lista não verificada" para controle de exportação.

O Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China (CCPIT, na sigla em inglês) convocou hoje (27) uma coletiva de imprensa, na qual criticou a conduta de Washington e apontou a ação como suspeita de violar o princípio da Organização Mundial do Comércio (OMC) de não descriminação.

O porta-voz do CCPIT, Sun Xiao, disse à imprensa que, desta vez, os EUA reforçaram o controle das exportações para a China não só sobre os componentes semicondutores, mas também sobre supercomputadores e o uso final da produção de semicondutores. Essa abordagem unilateral, segundo Sun, desviou-se completamente do propósito original do sistema internacional de controle de exportação e prejudicou gravemente a segurança e a estabilidade das cadeias industrial e de suprimento do mundo.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Diego Goulart