Sobre CRI Sobre Dept.
HomeGeralEconomiaCulturaVidaEsportesChinêsWebcast
Diaolou, Kaiping
2007-07-18 09:13:27    cri

Localização: Cidade de Kaiping, Província de Guangdong

As diaolou (ou casas-fortes) que se podem encontrar na cidade de Kaiping, na província de Guangdong, começaram a ser construídas na primeira parte da Dinastia Qing (1644-1912). Tornadas populares nos anos 20 e 30 do séc. XX, o número de diaolou na cidade de Kaiping ultrapassava nesta altura as 3000. De acordo comum levantamento realizado recentemente pelo Governo da Cidade de Kaiping, ainda hoje existem mais de 1800 diaolou. Em 2001 o Conselho de Estado declarou as diaolou de Kaiping como "Relíquias Culturais Protegidas", tendo em conta o seu significado especial para a arquitectura vernacular da China.

As diaolou são uma espécie de casas-fortes construídas com uma dupla função: como habitação e como estrutura defensiva para proteger os seus habitantes dos frequentes ataques de malfeitores. Constituídas por vários andares, as suas paredes eram grossas, possuindo vigias para vigilância e a sua sólida estrutura protegia-as não só de ataques, como também de inundações.

As diaolou podem dividir-se em três tipos diferentes: genglou, zhonglou e zhulou. As genglou eram estruturas sólidas e simples construídas perto de uma aldeia, para proporcionar uma defesa comunal. Os aldeãos contribuíam colectivamente com dinheiro para a sua construção e cada família tinha direito a uma divisão.

As zhulou eram construídas no campo e eram a epítome da função dupla das diaolou. Eram construções altas e espaçosas, com requintados detalhes esculpidos, e ofereciam dependências confortáveis e elegantes. Desde o séc. XIV que Kaiping tem sido tradicionalmente uma região de emigração para o exterior, assim como um repositório de ideias e tendências trazidas pelos chineses emigrados. Isto também se reflecte na variedade de influências que se podem observar nos estilos arquitectónicos das diaolou, incluindo a característica interessante dos pormenores ocidentais serem reproduzidos com materiais locais.

Característica Notável: Torres fortificadas incorporando características arquitectónicas da China e do Ocidente

Principais atracções:

Diaolou Ruishi

A diaolou Ruishi localiza-se na vila de Jinjiangli, na Municipalidade de Lianggang, e tem uma área de 92 metros quadrados. Foi construída em 1921 quando as diaolou começaram a popularizar-se. Tem nove andares, sendo a mais alta diaolou em Kaiping. Cada andar tem janelas quadradas em alinhamento com os três andares superiores, constituídos por pavilhões e corredores sinuosos. O telhado arqueado, em estilo bizantino, e a cúpula romana suportada por paredes e pilares, são de estilo único.

Grupo de diaolou na vila de Zili

O grupo está espalhado por três aldeias (Anhe li, He'an li e Yong'an li) e é constituído por quinze casas bem preservadas. A diaolou Mingshi (1925), com toda a mobília original no seu interior, é um excelente exemplo de diaolou.  

Jardim Li

Localizado em Beiyi Xiang, o Jardim Li foi construído em 1936 pelo Sr. Xie Weili, um emigrante chinês, após o seu regresso dos Estados Unidos. Ocupa uma área de 11000 metros quadrados, incluindo canais de água artificiais, pontes, pavilhões e corredores.

Existem vários edifícios de tijolo amarelo e azulejo azul no jardim, exemplo da fusão de desenhos chineses e ocidentais. O jardim tem uma grande variedade de árvores e plantas, incluindo a cameleira chinesa, o kapok, o cipreste e outras plantas e flores raras. Esta extraordinária combinação de arquitectura e botânica fazem do Jardim Li um local idílico e panorâmico.

Denglou Fangshi Construída em 1920, esta denglou, também chamada "Farol", tem cinco andares. O seu nome deriva do facto de ter existido um grande foco instalado no seu topo, semelhante ao de um farol.

Bianchouzhu Lou (Diaolou Inclinada)

A diaolou Bianchouzhu Lou localiza-se na vila de Nanxing. Construída em 1903, tem sete andares. Levou dois anos a construir, devido a dificuldades de financiamento. Quando a construção atingiu o terceiro andar, a casa já se inclinava cerca de 10 centímetros para sudeste e, hoje, o seu eixo central tem uma inclinação de mais de 2 metros. No entanto, apesar dos numerosos terramotos e tufões sofridos no século passado, ainda está de pé. Esta notável característica da diaolou Bianchouzhu Lou faz dela a mais famosa diaolou da cidade de Kaiping.

 
Leia mais Comentário
 
Noticiário (09-05-12)
Horário e Frequência
Minha música
Sua palavra
Correspondente Rio de Janeiro
60 Anos da Nova China
Rádio on Line
Semana no Esporte-Luis Zhao
Nos Ares da Cultura
-Inês
Sociedade Chinesa
-Luisinho
Viagem pela China-Silvia
Repórter da China
-Catarina
Encontro da CRI com seus Ouvintes
-Alexandra

Treze pandas gigantes filhotes se mudam para nova casa

Palácio de Verão

Templo de Céu
<  E-Mail  >