Hungria é o primeiro país da UE a receber vacinas chinesas de Covid-19

Fonte: Xinhua Published: 2021-02-17 20:45:04
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

No dia 29 de janeiro, a Hungria aprovou o uso emergencial das vacinas de Covid-19 produzidas pela China, tornando-se o primeiro país a aprovar a vacina chinesa na UE. Dezoito dias depois, as vacinas chinesas chegaram ao país.

A Televisão Nacional da Hungria apresentou na transmissão ao vivo que recebeu 550 mil doses de vacinas deste lote, que podem ser usadas para vacinar cerca de 275 mil pessoas.

Segundo o repórter da emissora, as vacinas chinesas são mais fáceis de armazenar e podem ser armazenadas por até dois anos a uma temperatura de 2 a 8 graus Celsius.

A vacina chinesa é a quinta vacina aprovada para uso pelo governo da Hungria. Aquelas produzidas pela Pfizer, Moderna e AstraZeneca têm de ser recebidas por meio da UE. Por iniciativa própria, a Hungria comprou as vacinas chinesas, porque a quantidade de vacinas alcançadas através da UE e a data de entrega ainda são incertas.

Tradução: Florbela Guo

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Festival de lanternas em Nanjing atrai turistas
Um espaço de experiência de arte abriu ao público em Beijing
Estádios de competição dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing
Festival de Xiaonian é celebrado na cidade Qingzhou, província de Shandong
Lichun (Início da Primavera), o primeiro dos 24 termos solar no calendário lunar chinês
As ruas de Shenyang decoradas com esculturas e lanternas para saudar a chegada da Festa da Primavera

Notícias

Hungria é o primeiro país da UE a receber vacinas chinesas de Covid-19
Gala do Festival da Primavera 2021 desenha espírito da nova era pela inovação
Publicada lista de programas da Gala do Festival da Primavera de 2021
Presidente da Comissão Europeia profere discurso sobre estratégia de vacinação
Brasil registra mais 1.350 mortes causadas pela COVID-19
Xi Jinping estende saudações da Festa da Primavera a todos os chineses