OMS: acumulação de vacina em alguns países pode atrasar recuperação da África

Fonte: CRI Published: 2021-01-22 20:15:25
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A Organização Mundial da Saúde (OMS) na África apresentou nesta quinta-feira (21) dificuldade de promover a vacinação contra a Covid-19 no continente.

Na coletiva realizada virtualmente, a diretora regional para África da OMS, Matshidiso Moeti, afirmou que o desenvolvimento e a aprovação de várias vacinas eficazes e seguras são grandes conquistas para o mundo combater a pandemia. Mas alertou que acumulação de vacina em alguns países pode atrasar a recuperação da África, à medida que outras regiões fazem acordos bilaterais, provocando um aumento dos preços.

Segundo dados da OMS, até o início desta semana, 50 países de alta renda já tomaram 40 milhões de doses de vacina contra coronavírus. Já Guiné é o único país africano e de baixa renda que oferece imunizante aos cidadãos; porém, apenas 25 pessoas foram vacinadas.

Moeti mencionou que se reuniu com os ministros da Saúde dos países africanos, prometendo esforço máximo para adquirir mais vacinas ao continente.

O programa COVAX planeja vacinar pelo menos 20% da população africana até o final deste ano. O interesse pelo programa foi manifestado por 54 países do continente. As oito nações com renda média devem comprar por própria conta e os mais pobres podem receber vacinas gratuitas. Por enquanto, o programa já conta com o financiamento de US$6 bilhões, faltando ainda US$ 2,8 bilhões.

Tradução: Isabel Shi

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Chineses compram flores no mercado para festejar a chegada do Ano Novo Lunar chinês
Vista do mar de nuvens na montanha Huangshan na província de Anhui
Exposição cultural sobre o Grande Canal
Lanternas tradicionais decoradas em Suzhou para celebrar Festa da Primavera
Cidadãos de Beijing experimentam a diversão de patinação
Chineses comem mingau de arroz Laba para celebrar Festival Laba

Notícias

OMS: acumulação de vacina em alguns países pode atrasar recuperação da África
Duplo ataque suicida no Iraque deixa 32 mortos
Sinovac aumenta produção de vacinas para garantir fornecimento mundial
Sérvia se torna o primeiro país europeu a receber a vacina da China em larga escala
UE reforçará medidas na resposta às variantes do novo coronavírus
Brasil investiga irregularidades na vacinação em muitas localidades