Portugal anuncia novo confinamento nacional para conter COVID-19

Fonte: Xinhua Published: 2021-01-14 18:58:38
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O primeiro-ministro português, António Costa, anunciou nesta quarta-feira um novo período de confinamento geral para travar o crescimento exponencial nas infecções da COVID-19 nos últimos dias.

Com o início do novo "estado de emergência" a partir de 15 de janeiro, o premiê português pediu "regressar ao dever de recolhimento domiciliário tal como tivemos em março e abril quando travámos com sucesso a primeira vaga. A regra é ficar em casa".

A única nova exceção relevante é que as escolas permanecerão abertas "em pleno funcionamento", anunciou Costa em uma declaração oficial.

Somente as viagens para comprar mercadorias e serviços essenciais, atividades profissionais que não podem ser realizadas à distância, atividades físicas breves e assistência a membros da família serão permitidas.

Costa prometeu que o governo fornecerá assistência financeira às empresas e seus funcionários pelo fechamento de suas atividades durante o estado de emergência, que dura 15 dias e pode ser renovado pelo mesmo período.

Restaurantes e instalações semelhantes podem operar exclusivamente para entrega ou take-away, enquanto feiras, mercados de alimentos e supermercados devem funcionar sem restrições de tempo.

Este é o 9º decreto de estado de emergência desde o início da pandemia da COVID-19. É a classificação mais alta para a proteção civil em Portugal, permitindo a suspensão de direitos, liberdades e garantias.

Portugal registrou 10.566 casos de infecção com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, o maior volume diário desde o início da pandemia, levando o total para 507.108. Outras 156 mortes foram relatadas, com o total chegando a 8.326.

De acordo com as autoridades de saúde, mais de 75 mil pessoas foram vacinadas desde o início da campanha em 27 de dezembro.

Enquanto o mundo luta para conter a pandemia, a imunização está em andamento em alguns países com vacinas contra o coronavírus já autorizadas.

Ao mesmo tempo, 236 vacinas candidatas estão sendo desenvolvidas no mundo -- 63 das quais em testes clínicos -- em países incluindo Alemanha, China, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos, de acordo com informação divulgada pela Organização Mundial da Saúde na terça-feira.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Pássaros silvestres comem os frutos restantes nas árvores de dióspiro
Um labirinto feito com plantas atrai turistas na cidade Kunming
Museu de Paleontologia de Nanjing aberto ao público
Estudantes da Universidade Agrícola de Henan participam de uma competição de raviólis criativos
Lanternas em forma de gatos decoradas nas ruas de Kaifeng
Paisagem de inverno de Parque Nacional da Floresta de Longchi, província de Sichuan

Notícias

China pede novamente ao Canadá para liberar Meng Wanzhou
Valor de importações e exportações da China atinge 32,16 trilhões de yuans em 2020
Grupo da OMS chega a Wuhan para rastrear a origem do novo coronavírus
EUA são um país plutocrático em vez de democrático, diz diplomata de Cingapura
China adotará esquema de "chefe de floresta" em todo o país
China avança no desenvolvimento de motores de foguetes para missões espaciais