Maior companhia aérea da América Latina pede falência sob impacto da pandemia

Fonte: CRI Published: 2020-05-27 14:53:50
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A maior companhia aérea da América Latina, Latam, pediu falência nesta terça-feira (26) nos Estados Unidos, devido à diminuição drástica de negócios sob o contexto da pandemia de COVID-19, noticiou a Agence France Press (AFP), no mesmo dia em Nova Iorque.

Em uma declaração transmitida por vídeo, o CEO da Latam, Roberto Alvo, afirmou que, “levando em consideração os impactos pelo COVID-19 sobre a indústria da aviação, a Latam foi forçada a fazer uma série de decisões dificílimas nos últimos meses”.

Alvo afirmou ainda que a Latam e suas filiais no Chile, Peru, Equador e Colômbia passarão por reorganizações voluntárias sob a proteção do Capítulo 11 da Lei de Falências dos Estados Unidos.

Segundo a companhia aérea, o pedido de falência não terá influências imediatas sobre seus voos de passageiros e de carga.

Antes do surto da pandemia, a Latam operava em 145 destinos em 26 países e regiões do mundo, com aproximadamente 1.400 voos diariamente.

Tradução: Joaquina Hou

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21