Carta de Donald Trump à OMS tem fatos incorretos, diz editor-chefe do The Lancet

Published: 2020-05-20 16:19:43
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A revista médica de renome mundial The Lancet apontou nesta terça-feira (18) que a carta escrita pelo presidente Donald Trump na segunda-feira (18) à Organização Mundial da Saúde (OMS) tem fatos incorretos.

Em sua carta dirigida ao director-geral da OMS, Trump afirmou que a investigação dos Estados Unidos descobriu que a OMS ignorou os relatórios confiáveis,inclusive os da Lancet, segundo os quais, havia um vírus se disseminando em Wuhan no início de dezembro de 2019 ou mais cedo ainda.

“A Lancet não publicou nenhum relatório no início de dezembro de 2019, sobre um vírus que se espalhava em Wuhan. O primeiro relatório relativo que publicamos foi em 24 de janeiro de 2020”, escreveu o editor-chefe do Lancet, Richard Horton, em Twitter.

Tradução: Zhu Jing

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21