Carta de Donald Trump à OMS tem fatos incorretos, diz editor-chefe do The Lancet

Published: 2020-05-20 16:19:43
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A revista médica de renome mundial The Lancet apontou nesta terça-feira (18) que a carta escrita pelo presidente Donald Trump na segunda-feira (18) à Organização Mundial da Saúde (OMS) tem fatos incorretos.

Em sua carta dirigida ao director-geral da OMS, Trump afirmou que a investigação dos Estados Unidos descobriu que a OMS ignorou os relatórios confiáveis,inclusive os da Lancet, segundo os quais, havia um vírus se disseminando em Wuhan no início de dezembro de 2019 ou mais cedo ainda.

“A Lancet não publicou nenhum relatório no início de dezembro de 2019, sobre um vírus que se espalhava em Wuhan. O primeiro relatório relativo que publicamos foi em 24 de janeiro de 2020”, escreveu o editor-chefe do Lancet, Richard Horton, em Twitter.

Tradução: Zhu Jing

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Famílias pobres eliminam a pobreza por meio de programa de sericicultura
Parque nacional do pântano urbano Huaxi em Guiyang
Quinze casais tiram fotos de casamento em Nanjing
As autoridades locais de Fuzhou realizam transmissões ao vivo para promover o turismo
Geoparque nacional de Qibainong em Guangxi
Beijing toma várias medidas para favorecer a classificação de lixo realizada por moradores

Notícias

O mais alto órgão de consulta política da China apela para união e cooperação a fim de evitar recessão da economia mundial
China valoriza resolução da Assembleia Mundial da Saúde sobre COVID-19
​CMG produz programa em 5G+8K pela primeira vez na China
Carta de Donald Trump à OMS tem fatos incorretos, diz editor-chefe do The Lancet
Xi Jinping enfatiza que saída da pobreza é um novo ponto de partida
Mais dois governadores de estados brasileiros testaram positivos para Covid-19