Xi Jinping apresenta propostas chinesas para o combate ao COVID-19

Published: 2020-03-27 17:31:07
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O presidente chinês, Xi Jinping, participou nesta quinta-feira (26) da cúpulaextraordinária do G20 sobre a pneumonia causada pelo novo coronavírus.

No seu discurso proferido na ocasião, defendendo o conceito de comunidade de futuro compartilhado da humanidade,o presidente chinês Xi Jinpingapresentouuma série de propostas para reforçar a cooperação internacional na luta contra o COVID-19 e estabilizar a economia mundial.

Xi Jinping apresentou as experiências chinesas. O governo semprecoloca a vida e a saúde do povo em primeiro lugar. Ao seguir a exigência geral de adotar medidas baseadas na ciência e combater a epidemia com confiança e união, a China mobiliza toda a população para uma guerra total contra a epidemia.

Xi Jinping apontou que a comunidade internacional deve agir de forma rápida para vencer a luta global contra o COVID-19. É preciso conter sua propagação e ajudar de mãos dadas os países em desenvolvimento cujo sistema de saúde pública é vulnerável, no sentido deelevar o nível de resposta. Todos devem se esforçar para estabelecer uma rede mais estreita de prevenção e controle conjunto. É necessário apoiar a Organização Mundial da Saúde e elaborar medidas científicas e razoáveis de modo a conter a transmissão internacional da pandemia. Além disso, deve-se reforçar a coordenação em políticas macroeconômicas internacionais e adotar medidas financeiras e monetárias de forma eficaz. A redução e isenção de tarifas,a retirada de barreiras comerciais e o livre comércio são outras medidas propostas pelo presidente chinês.

Xi Jinping enfatizou que a China está disposta a compartilhar com todos os países suas práticas benéficas na luta e trabalhar no desenvolvimento e pesquisa conjunta de remédios e vacina. O país vai reforçar o fornecimento ao mercado internacional de ingredientes farmacêuticos ativos, necessidades diárias e suprimentos médicos. O centro virtual de informação para prevenção e controle de epidemia, criado pela China, também está aberto a todos os países, anunciou o presidente chinês.

Todos os participantes da cúpula comprometeram-se com o reforço da cooperação internacional e concordaram em compartilhar informações de forma oportuna e disponibilizar apoio a países em desenvolvimento, especialmente países menos desenvolvidos. Além disso, aperfeiçoar o sistema de saúde pública global, manter a estabilidade econômica e financeira mundial, reduzir o impacto causado pela pandemia sobre o comércio global e cadeias de suprimentossão outros consensos alcançados na cúpula extraordinária.

Tradução: Zhu Jing

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Oficinas de redução da pobreza retomam o trabalho na cidade de Ulanqab
Wuhan toma várias medidas nos pedágios à medida que fluxo de tráfego aumenta
Paisagem ao longo do rio Yarlung Zangbo após a queda de neve
Trabalhadores montam um navio no estaleiro da fábrica na ilha de Changxing de Shanghai
Os restaurantes de hotpot em Chengdu retomam os negócios com medidas de prevenção
Flores de cerejeira desabrocham em Beijing

Notícias

Empresa chinesa entrega salas de isolamento à Coreia do Sul
EUA se tornam o país com maior número de casos do COVID-19
China suspende entrada de estrangeiros com vistos e autorizações de residência chineses
Xi Jinping pede união da comunidade internacional na cúpula do G20
Banco de dados chinês sobre COVID-19 registra 4,44 milhões de downloads
Comércio exterior da China mantém bom ímpeto apesar do impacto de COVID-19