​Comentário: “Liberdade de expressão” não limpa mancha moral do jornal The Wall Street Journal

Published: 2020-03-15 20:23:44
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O fantasma do racismo tem aparecido na sociedade dos EUA por um longo período. O jornal estadunidense The Wall Street Journal publicou recentemente um editorial intitulado “A China é verdadeiro paciente da Ásia”, incitando publicamente a discriminação racial e violando a verdade objetiva e a ética profissional. O texto constitui uma grande difamação contra o sacrifício chinês pelo controle e prevenção da epidemia de COVID-19 e foi vastamente condenado pela comunidade internacional.

Perante as repetidas representações por parte da China e condenação da comunidade internacional, o jornal The Wall Street Journal recusou a correção do seu erro, alegando o pretexto de seperação entre jornalismo e comentário e independência editorial. Quando a China revogou os credenciais dos três correspondentes deste jornal em Beijing, até o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, justificou The Wall Street Journal com o pretexto de “liberdade de expressão”, fato que revelou a hipocricia e os padrões duplos da alegada “liberdade de expressão” dos EUA. Na verdade, essa “liberdade de expressão” se tornou uma ferramenta política para suprimir os dissidentes, e não existe nenhuma liberdade de expressão nos EUA.

Para qualquer veículo de imprensa, as atividades imorais prejudicam sua própria reputação. Até dia 15 de março, o título cheio de discriminação ainda permanece no site do The Wall Street Journal, o que é uma mancha moral que nunca será limpa e uma humilhação histórica para o jornal.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Torre Pérola Oriental de Shanghai reabre ao público
Pacientes receberam alta hospitalar e terminaram a quarentena de 14 dias para observação médica em Wuhan
Paisagem de primavera do Lago Oeste
Construção da superponte do rio Qingshui é retomada em Guizhou
Campo de flores de canola em Zhejiang
Os dois últimos hospitais temporários em Wuhan foram fechados

Notícias

Comentário: pare de usar truque para difamar China diante do COVID-19
Teste para coronavírus dá negativo, diz presidente brasileiro em rede social
Equipe médica da China chega à Itália para auxiliar no combate ao COVID-19
China informa oito novos casos de infecção pelo novo coronavírus nesta quinta-feira
​Associação de Jornalistas da China condena EUA pela supressão injustificada e ação discriminatória contra jornalistas chineses
Novo coronavírus: 77 casos são confirmados no Brasil