Comentário: Fórum de Davos lembra mais uma vez discurso de Xi Jinping

Published: 2020-01-20 22:14:08
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Fórum de Davos de 2020 será realizado entre os dias 21 e 24 em Davos, Suíça. Neste momento, as pessoas lembram mais uma vez o discurso feito pelo presidente chinês, Xi Jinping, três anos atrás.

Naquele momento, a economia mundial ainda não tinha superado completamente as influencias negativas da crise financeira internacional e faltava força motriz. Além disso, conflitos regionais, terrorismo e refugiados se tornaram importantes desafios comuns do mundo. Em seu discurso, Xi Jinping apontou que atribuir tais problemas à globalização não é corresponde ao fato, nem favorecer a resolução desses problemas. Ao contrário, o líder chinês enfatizou que se deve aproveitar todas as oportunidades e enfrentar de maneira adequada os desafios para orientar a globalização econômica.

Sob a direção dessa ideia, nos últimos três anos, a China tem defendido firmemente a globalização, promovido o crescimento econômico global e ampliado a abertura para compartilhar as oportunidades de desenvolvimento do país.

A China facilita cada vez mais os processos do comércio internacional e a entrada do capital estrangeiro nos setores bancário, de seguro e títulos de valores. Ao mesmo tempo, o país impulsionou a construção de alta qualidade do Cinturão e Rota. Mais de 160 países e organizações internacionais já participaram da estratégia. Além disso, o país sediou duas vezes a Exposição Internacional de Importações, nas quais o valor dos acordos assinados atingiu US$120 bilhões.

Xi Jinping destacou há três anos que o problema fundamental da economia mundial é o impulso insuficiente de crescimento, e a inovação é a principal força motriz do desenvolvimento.

Nos últimos três anos, a "Inovação Chinesa" forneceu impulso contínuo para a economia mundial. O relatório do Índice de Inovação Global de 2019 da Organização Mundial da Propriedade Intelectual mostra que a China ficou em 14º lugar no ranking mundial, subindo por quatro anos consecutivos.

A China tem vantagens óbvias no campo 5G e sempre enfatiza sua disposição de compartilhar com outros países as mais recentes conquistas da pesquisa científica, como a tecnologia 5G e a tecnologia de Inteligência Artificial.

Xi Jinping enfatizou que todos os países são membros iguais da comunidade internacional. Nos últimos três anos, a China marcou uma maior presença na construção do sistema de governança global. No mundo de hoje, a ascensão de mercados emergentes e países em desenvolvimento é inevitável e a reforma do sistema de governança global é imperativa. Atualmente, o Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura, criado pela China, expandiu-se para 102 membros. Os países em desenvolvimento têm uma participação de ações majoritária e uma grande voz, o que promove a reforma do sistema de governança econômica global.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Clientes fazem as compras para o Ano Novo Chinês em Nanning
Artistas voluntários realizam a dança de dragão e leão para os moradores
Paisagem de inverno da pradaria Xilingol
Pessoas compram flores para o Festival da Primavera
Fotos aéreas da cidade Liuzhou
China entra na alta temporada de viagens da Festa da Primavera

Notícias

Resgate está na região atingida pelo terremoto em Xinjiang
China emite 45,3 trilhões de yuans em bônus em 2019
Mídias estrangeiras acompanham Gala da Festa da Primavera do CMG
Realizado em Beijing 3° ensaio da gala da Festa da Primavera
Segunda turista chinesa de Wuhan na Tailândia é diagnosticada com coronavírus
CMG realiza 2º ensaio da gala da Festa da Primavera