Comentário: Xi Jinping mostra determinação para recuperar a ordem em Hong Kong

Published: 2019-11-16 19:29:15
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Ao participar da Cúpula do BRICS, o presidente chinês, Xi Jinping, fez uma declaração solene sobre a situação de Hong Kong no dia 14 em Brasília. Foi a primeira vez que o líder máximo da China mostrou sua posição sobre a questão num palco internacional, apontando claramente a essência e os prejuízos do caos de Hong Kong e a determinação do governo chinês para acabar com a violência e recuperar a ordem social da região.

Xi Jinping disse que os crimes violentos e radicais ocorridos em Hong Kong prejudicaram gravemente o estado de direito e a ordem social, destruíram gravemente a prosperidade e a estabilidade da região e provocaram gravemente a política de “Um País, Dois Sistemas”. O líder chinês revelou a gravidade do caso à sociedade internacional.

O caos causado pela revisão legislativa já dura cinco meses. A economia e a sociedade de Hong Kong sofreram grandes danos e a segurança dos residentes locais também enfrenta muitas ameaças. Os bandidos gritam slogans de independência de Hong Kong e atacam policiais e civis. Qualquer pessoa com consciência se sente indignada com a situação.

Xi Jinping enfatizou que parar a violência e recuperar a ordem são as tarefas mais urgentes de Hong Kong. Ele manifestou também firme apoio à chefe do Executivo, ao governo, à polícia e aos órgãos jurídicos de Hong Kong para aplicar as leis e punir os criminosos.

Alguns estrangeiros com objetivos políticos indizíveis produziram rumores contra a chefe do Executivo e a polícia de Hong Kong. A declaração de Xi Jinping é uma forte reação a tais pessoas.

Xi Jinping indicou também que o governo chinês vai defender firmemente a soberania, a segurança e os interesses de desenvolvimento do país, vai aplicar firmemente a política “Um País, Dois Sistemas” e se opor firmemente à interferência exterior sobre os assuntos de Hong Kong. Estas três posições mostram a determinação da China sobre a questão.

Os separatistas de Hong Kong conluiaram as forças anti-China no Ocidente e tentaram realizar revoluções coloridas na região. A atitude de Xi Jinping é um alerta sincero a eles.

Neste momento, os membros radicais já colocaram Hong Kong numa situação muito perigosa; portanto, é muito premente acabar com a violência e recuperar a estabilidade da região. Com o apoio do governo central e dos 1,4 bilhão de chineses, Hong Kong voltará com certeza ao caminho de prosperidade e segurança.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong