China e Turquemenistão prometem construção conjunta do Cinturão e Rota

Fonte: CRI Published: 2019-09-30 19:23:25
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O embaixador chinês em Turquemenistão, Sun Weidong, afirmou na ultima sexta-feira (27) que a China está disposta a promover conjuntamente a construção do Cinturão e Rota e revitalizar a antiga Rota da Seda com parte do Turquemenistão, a fim de desenvolver de mãos dadas a comunidade destino comum.

Ao participar das comemorações do Dia da Independência do Turquemenistão, o diplomata chinês lembrou que, desde ano 1991, o povo do Turquemenistão abriu uma nova página da história do desenvolvimento autônomo, mantendo estabilidade social e crescimento econômico rápido. Ele elogiou as realizações brilhantes do país na melhoria de vida das pessoas e na sua construção.

Falando do relacionamento bilateral, Sun Weidong apontou que China e Turquemenistão são amigos e parceiros tradicionais, lembrando que o presidente do Turquemenistão, Gurbanguly Berdimuhamedow, concordou com o papel do Cinturão e Rota para alavancar o desenvolvimento de toda região. Salientou que a China está disposta a promover o acoplamento das estratégias com Turquemenistão e discutir a construção de uma “cidade inovadora do mar Cáspio”.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong