Supremo venezuelano anuncia medidas cautelares contra Guaidó

Published: 2019-01-30 15:00:09
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) da Venezuela aprovou nesta terça-feira (29), as medidas cautelares contra o parlamentar Juan Guaidó, autoproclamado “presidente interino” do país em 23 de janeiro. A corte admitiu o congelamento de bens e contas do parlamentar da oposição, bem como a proibição de deixar o país.

Segundo o procurador-geral da República, Tarek William Saab, foi solicitado ao STJ investigações preliminares sobre o parlamentar, devido a seu envolvimento na violência ocorrida no país desde 22 de janeiro. A Venezuela sofreu danos, incluindo a ordem constitucional ameaçada por forças estrangeiras.

Juan Guaidó alegou, logo após o anúncio da decisão do STJ, que não temeria o governo venezuelano.

Segundo a imprensa do país, dezenas de pessoas morreram em atos violentos desde 22 de janeiro. Os Estados Unidos e vários países latino-americanos anunciaram seu apoio a Juan Guaidó, que pediu a realização de novas eleições presidenciais.

Tradução: Inês Zhu

Revisão: Diego Goularte

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Macau: Mercados realizam preparativos para Festival da Primavera
Nanjing: Festival de Lanternas de Qinhuai
Centro de distribuição automatizado inaugurado em Nanjing
Paisagem de inverno em parque florestal de Qinghai
Pessoas visitam mercado para compras do Festival da Primavera
Novo aeroporto de Beijing recebe "primeiro voo"

Notícias

Supremo venezuelano anuncia medidas cautelares contra Guaidó
CBF estabelece parceria com China na formação de treinadores e jogadores juvenis
China realiza segunda deliberação sobre a Lei do Investimento Estrangeiro
China pede que EUA parem com "supressão irracional" da Huawei
Nicolas Maduro condena EUA pela sanção imposta à empresa Petróleos de Venezuela
China promove maior abertura tomando referência das principais economias