Após Brexit, "Reino Unido globalizado" deve cooperar com China

Published: 2018-08-30 20:08:31
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Embaixador da China no Reino Unido, Liu Xiaoming, publicou ontem (29) no jornal Daily Mail um artigo assinado, intitulado “Para obter um Reino Unido globalizado, deve-se cooperar com a China após o Brexit”.

O artigo defende que as cooperações em investimento entre os dois países desenvolveu-se rapidamente por duas razões principais: Primeira, o Reino Unido é um dos destinos de investimento mais atraentes do mundo. A segunda razão é que o investimento chinês no Reino Unido é benéfico a ambos os países, e de ganho mútuo.

Segundo Liu Xiaoming, diante da nova situação internacional, os países devem manter-se abertos e inclusivos ao investimento estrangeiro. A China relaxará significativamente o acesso a investimentos estrangeiros, fortalecerá a proteção à propriedade intelectual e aumentará ainda mais as importações. No contexto do Brexit, o Reino Unido está empenhado em construir um “Reino Unido globalizado” e continuar a aderir a uma política de investimento estrangeiro aberta e inclusiva. Esta posição é propícia à prosperidade e ao desenvolvimento de longo prazo do país. Acredita-se que o governo britânico continuará a criar um ambiente de investimento amigável e inclusivo para as empresas estrangeiras.

Tradução: Cecília Ma

Revisão: Layanna Azevedo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Lavouras de trigo em Xinjiang, noroeste da China
Centro de imprensa para o Fórum de Cooperação China-África inicia período de testes
Beijing decorada para receber o Fórum de Cooperação China-África
As mais belas paisagens naturais da África
China Post lança selos especiais com temática do Cinturão Econômico do Rio Yangtzé
Ronghua, um tipo de decoração de gancho de cabelo das mulheres da antiguidade da China

Notícias

Após Brexit, "Reino Unido globalizado" deve cooperar com China
Comentário: Austrália rejeita Huawei por motivo indefensável
Comentário: uma audiência insignificante sobre o aumento de tarifas dos EUA
Centro de Mídia da cúpula China-África já opera e traz inteligência artificial
EUA e Turquia planejam realizar patrulhamentos conjuntos na Síria
China persistirá em consultas mútuas na construção do Cinturão e Rota