Sete países do sul da Europa discutem migração e reformas na UE

Published: 2018-01-11 15:07:19
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os chefes de Estados de sete países do sul da Europa (Itália, França, Espanha, Portugal, Grécia, Malta e Chipre) se reuniram nesta quarta-feira (10), em Roma, capital da Itália, para discutir os tratamentos para desafios do desenvolvimento para União Europeia (UE) e migrações de refugiados no continente.

Os dirigentes dos sete países realizaram uma curta reunião de noite. Este é o quarto encontro neste formato. A reunião tratou principalmente sobre o controverso Acordo de Dublin, o destino dos refugiados, as políticas de migração, a reorganização após a Brexit e os desafios da reforma para os setores Econômicos e Monetários da UE.

Os lideres de sete países divulgaram um comunicado conjunto, indicando reforçar a integridade econômica e financeira, dentro da UE, e fortalecer a unidade sobre as políticas de migração dos refugiados.

Itália e Grécia são a primeira parada dos refugiados da Ásia do Oeste e África. Os dois países apelaram por vezes que a solução do problema de migração necessita esforço da Europa inteira. Uma medida para dividir a responsabilidade de receber refugiados já foi aprovada em setembro de 2015, mas ainda não foi executada devido divergências dentro da UE.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Ni Ni e Jing Boran posam juntos para "BAZAAR"
Canteiro de flores na Praça de Tiananmen
Paisagem de Shahu, no noroeste da China
Veja fotos do último dia do Rock in Rio 2017
Semana de Moda de Milão 2018
Exposição Gastronômica do Meio-Outono realizada em Chengdu

Notícias

UE adota medidas para enfrentar crise na segurança de alimentos
Beijing inicia construção de novo ponto de partida histórico
Lançado primeiro trem de carga refrigerado China-Rússia
Vice-premier chinesa é premiada pela Universidade de Nova York
Xi Jinping visita Exposição "Os 5 anos de mudanças da China"
Construção de alto padrão do subcentro de Beijing é promovida ordenadamente