China irá otimizar mercado consumidor para impulsionar crescimento econômico

Published: 2018-08-02 19:22:32
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

No primeiro semestre deste ano, o consumo interno da China se mostrou vigoroso e passou a ser o principal motor do crescimento econômico do país. No período, o país registrou uma bilheteria total de 900 milhões de espectadores nas salas de cinema, e as vendas de varejo online no país aumentaram em 30%, enquanto o gasto per capita dos chineses em exercício e condicionamento físico cresceu quase 40%.

A Comissão de Desenvolvimento e Reforma Nacional da China disse hoje (2) que o consumo interno da China irá manter um crescimento constante. Segundo a entidade, no futuro, a China terá um mercado consumidor mais maduro e mais segmentado. Dessa forma, poderá expandir seu leque de consumo.

Os dados mostram que no primeiro semestre deste ano, o total de vendas no varejo de bens de consumo na China atingiu 18 trilhões de yuans, um aumento de 9,4% em comparação com o ano anterior. O consumo contribui em 78,5%, para o crescimento econômico, um aumento de 14,2% em relação ao mesmo período de 2017. O inspetor da Comissão de Desenvolvimento e Reforma Nacional da China, Liu Yunan, falou sobre os próximos passos do consumo interno.

"Vamos romper as barreiras institucionais para satisfazer a demanda diversificada dos consumidores. Ao mesmo tempo, vamos controlar os preços, garantir a segurança dos bens de consumo básicos e atualizar o mercado consumidor para padrões mais altos, em busca de novos ímpetos do consumo."

Ainda com a finalidade de promover o consumo, a entidade também irá melhorar os padrões de qualidade e o sistema de crédito em busca de um mercado confiável para os consumidores. Ao mesmo tempo, vai reforçar o apoio político e a orientação para melhorar o poder de consumo da população.

Atualmente, com o crescimento constante da renda dos cidadãos e o aumento contínuo da oferta efetiva, o consumo dos chineses está se atualizando de forma acelerada. Segundo Liu Yunan, o próximo passo da China será aumentar a oferta de produtos e serviços de alta qualidade.

"Precisamos relaxar as restrições de acesso ao mercado no setor de serviços. Ao mesmo tempo, devemos continuar orientando a entrada de investimentos público-privados nos setores de turismo, cultura, esportes, saúde, cuidados aos idosos, educação, treinamento e outras áreas-chaves onde a demanda é forte. "

A entidade irá também orientar o desenvolvimento de novas formas e novos modelos de consumo, assim como estabelecer e melhorar leis e regulamentos aplicáveis aos novos modelos, como a economia compartilhada. Ao mesmo tempo, irá acelerar a atualização do consumo dos residentes.

Tradução: André Hu

Edição: Rafael Fontana

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Lugu
Homem de 70 anos de idade faz artesanato usando varas de madeira descartadas
Jiangsu organiza exibição de bordados de Suzhou
Blindados marcam presença nos Jogos Militares Internacionais 2018
Paisagem natural do Tibet
Turistas apreciam macarrão de arroz em restaurante suspenso

Notícias

China irá otimizar mercado consumidor para impulsionar crescimento econômico
Aliança de Comércio Eletrônico para Alívio da Pobreza é criada em Beijing
Queda de avião no México não deixa mortos
Chancelaria chinesa afirma que chantagem comercial dos EUA não vai funcionar
Militares estrangeiros elogiam exército chinês durante competição em Xinjiang
Ministério da Defesa da China realiza grande recepção para celebrar o 91º aniversário da fundação do exército