Comentário: Economia chinesa continua se recuperando da crise da pandemia

Published: 2021-03-16 16:13:59
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O governo chinês divulgou os recentes dados econômicos na segunda-feira (15), segundo os quais, a demanda da produção continuou em recuperação, o mercado de emprego e os preços ao consumidor se mantiveram estáveis e a vitalidade do mercado registrou uma elevação nos primeiros dois meses de 2021. Como resultado, a economia do país continuou a sua recuperação desde o segundo trimestre do ano passado.

O crescimento médio bienal do valor agregado industrial foi de 8,1% nos meses de janeiro e fevereiro, cifra relativamente alta em comparação com o mesmo período do ano passado. O índice de produção do setor de serviços, os investimentos em ativos fixos e o volume total de varejo aumentaram 6,8%, 1,7% e 3,2%, respectivamente.

A continuidade da recuperação é mais uma evidência de que os fundamentos positivos de longo prazo da economia chinesa se mantêm inalterados. Esses resultados, por um lado, se devem às medidas rigorosas e eficazes tomadas pelo governo chinês para controlar a pandemia de Covid-19 e promover o desenvolvimento socioeconômico. Por outro lado, a recuperação da economia chinesa é resultado da melhoria do ambiente exterior. Com a campanha global de vacinação, as indústrias manufatureiras das principais economias se recuperam, estimulando as exportações da China. Por exemplo, de janeiro a fevereiro deste ano, as exportações chinesas à Associação das Nações do Sudeste Asiático aumentaram 40% em relação ao mesmo período de 2020, e as exportações para os Estados Unidos, mais de 70%. Paralelamente, a recuperação contínua da economia chinesa oferece uma força motriz para a saída da economia mundial da crise.

Vale mencionar que, no processo de recuperação econômica, os motores da inovação da China se tornaram cada vez mais fortes. O valor agregado das indústrias de alta tecnologia do país e a produção da manufatura de equipamentos aumentaram 13% e10,2% de janeiro a fevereiro deste ano. A produção de novos produtos, como automóveis de novas energias e robôs industriais, tiveram um crescimento bienal de mais de 30%. Pode-se observar que a economia chinesa está avançando rumo ao desenvolvimento de alta qualidade.

Durante as “duas sessões” da Assembleia Popular Nacional e da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, que terminaram poucos dias atrás, o governo chinês enfatizou que deve-se manter a continuidade, estabilidade e sustentabilidade das macropolíticas e continuar ajudando as empresas a superar dificuldades. Tudo isso deu mais confiança ao mercado. Com 50,6% e 51,4%, o índice de gerente de compras e o índice de atividade de negócios não-manufatureiros ultrapassaram a marca de 50% por 12 meses consecutivos, sendo um sinal de expectativas positivas que as empresas têm há um ano.

tradução: Shi Liang

revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Agricultores colhem folhas de chá em uma plantação na cidade de Yichang
Primeira TV dobrável do mundo
Pescadores esperam boa colheita de produtos aquáticos
Paisagem noturna do bairro de Xujiahui, em Shanghai
Aldeia de Wuyuan acolhe chegada da primavera
Flores de cerejeira em Guizhou

Notícias

Primeiro ônibus de inoculação será colocado em uso na China
OMS investiga dados sobre a vacina AstraZeneca
Presidente do Brasil nomeia Marcelo Queiroga como novo Ministro da Saúde
Cidade do Brasil completa vacinação da primeira dose da vacina chinesa em larga escala
Registro de óbitos por Covid-19 no Brasil apresenta grande aumento
Qualquer vacina segura e eficaz é boa, independente de sua origem, diz porta-voz chinês