Comentário: Abordagem chinesa ajuda desenvolvimento comum dos países da LMC

Published: 2020-08-25 21:58:04
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A 3ª Cúpula da Cooperação Lancang-Mekong (LMC, sigla em inglês) foi realizada na segunda-feira em forma de videoconferência.

Na reunião, o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, apresentou propostas para aumentar a cooperação da região Lancang-Mekong em aspectos como recursos hídricos, comércio, conectividade, desenvolvimento sustentável e bem-estar da população. Na declaração divulgada após a reunião, foi anunciado que a parceria será ampliada nas áreas de política, segurança, economia, desenvolvimento sustentável e intercâmbio cultural. Isso deu um novo impulso à futura cooperação entre a China e os países da região.

A cooperação na área de recursos hídricos demonstra a confiança política entre os seis países participantes, desempenhando um papel importante na manutenção da segurança comum e na rejeição de intervenções estrangeiras. Como anunciou a parte chinesa na cúpula, a partir deste ano, a China compartilhará informações hidrológicas com outros países integrantes da LMC e estabelecerá uma plataforma de cooperação conjunta relativa. O presidente de Mianmar, Win Myint, disse que essa medida chinesa ajudará os países da região a se prepararem e conterem as calamidades naturais.

Outro destaque da cúpula é a expansão da cooperação do comércio e conectividade e a manutenção da estabilidade da cadeia industrial de suprimentos. Apesar do impacto causado pela pandemia do Covid-19, o comércio e os investimentos da China para com os países da região registraram aumentos de 8,7% e 33,5% enquanto as exportações de produtos agrícolas desses países para a China cresceram 21,2% no primeiro semestre deste ano. Esse fato demonstra a complementaridade econômica entre a China e outros países da região.

Na cúpula, a China propôs construir bem uma “via rápida” e uma “via verde” para facilitar o deslocamento de pessoas e o tráfego de mercadorias, a fim de promover a integração econômica da região. Além disso, a China também anunciou a criação de um fundo especial para a saúde pública sob o âmbito da LMC e prometeu apoio material e técnico aos países vizinhos na luta contra a pandemia.

tradução: Shi Liang

revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

​Comentário: O “14º plano quinquenal” deve ser bem elaborado com perspectiva de longo prazo
Vacinas chinesas contra COVID-19 e kits de testes terão destaques na feira de Beijing
Exercícios podem aliviar sintomas de transtorno mental, diz pesquisadores
Convite para SAL2020 Online Fórum!
Lojas de conveniência na China estão se tornando digitais, diz associação
Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho