UNESCO quer trabalhar com a China para encontrar soluções para problemas globais

Published: 2020-09-10 16:13:46
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Desde o estabelecimento do escritório de representação na China no início da aplicação da reforma de abertura, a UNESCO está presente no país há 35 anos. Nesse período, testemunhamos as tremendas mudanças ocorridas na China, também ficamos orgulhosos de poder desempenhar um papel positivo nesse processo.

Quando o nosso escritório foi criado no país, era urgente elevar a capacidade do sistema educacional, de modo a oferecer serviços relativos a uma grande população. Hoje em dia, a educação obrigatória já é um direito básico gozado por todos os chineses, cada vez mais universidades chinesas estão entre as melhores do mundo e a diferença da qualidade da educação entre áreas urbana e rural está cada vez menor.

No aspecto cultural, na época da criação do escritório da UNESCO, poucos itens da China estavam na Lista do Patrimônio Mundial. Mas, agora, a China é o país do mundo com o maior número de patrimônios mundiais listados. Ao mesmo tempo, os patrimônios culturais, as tradições culturais e os patrimônios imateriais e a indústria cultural criaram uma grande quantidade de postos de trabalho.

Há muitos bons projetos de cooperação entre a UNESCO e a China, através dos quais o país obtém benefícios e alcança progressos constantes. Ao mesmo tempo, constatamos que a China também está fazendo suas contribuições para o globo em áreas como inteligência artificial e cidade inteligente.

Acredito que a China está apresentando uma nova confiança, pois tem a capacidade de contribuir para o diálogo do globo, além de expressar a vontade de colaborar com outros países do mundo.


- Entrevista com Marielza Oliveira, representante da UNESCO na China


tradução: Shi Liang

revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Parabéns, professor!
Esforços de conservação apoiados por tecnologias modernas nas Grutas da Montanha Maiji
Empresas chinesas apresentam inovações e tecnologias na feira de comércio de serviços
Parque Nacional de Floresta Tropical de Hainan
Área de pastagem em Xilingol entra na temporada de corte de grama
Salão de Concerto de Shanghai reabre ao público

Notícias

Comentário: Reprimir aplicativos chineses prejudica interesses dos EUA também
Feira Internacional de Comércio de Serviços da China encerra em Beijing
Indústria de serviço de entrega expressa da China manteve desenvolvimento rápido em 2019
Começa em Beijing o Mês de Promoçâo do Consumo Nacional 2020
Comentário: Vitória da luta contra a epidemia é uma nova força para o progresso da China
Chancelaria chinesa repudia teses dos EUA sobre o rio Mekong