Opinião: BAII pode ser uma nova oportunidade para Europa

Fonte: CRI Published: 2020-07-29 20:50:18
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O 5º Conselho do Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (BAII) aprovou nesta terça-feira a adesão da Libéria, fazendo com que a instituição conte com 103 membros.

“O círculo de amigos ampliado traz mais parceiros e garante a cooperação de alta qualidade,” disse o presidente da China, Xi Jinping. Na reunião anual, ele manifestou alta admiração perante os resultados alcançados pelo BAII, elogiando que em apenas quatro anos da sua criação, o banco já demonstra uma imagem profissional, eficaz e limpa no palco internacional.

Até o momento, o banco já financiou 87 projetos com uma verba de US$ 20 bilhões e beneficiou 24 países nas áreas de construção de infraestrutura. Diante da pandemia do novo coronavírus, o BAII criou ainda um fundo especial, disponibilizando um valor de US$5,9 bilhões para 16 programas concernentes que lidam com os desafios nesse período instável.

Os projetos bem-sucedidos proporcionam uma boa perspectiva clara do futuro do BAII: um novo tipo de banco de desenvolvimento multilateral que promove o desenvolvimento em todo o mundo, um novo tipo de plataforma de desenvolvimento que progride com os tempos, um novo tipo de instituição de alto desempenho para cooperação internacional e um novo paradigma de cooperação multilateral. Tudo isso pode servir como uma nova oportunidade para Europa.

A China tem persistido na postura de defender o multilateralismo, o que consiste também em um princípio da União Europeia. O próprio vice-presidente do BAII, Danny Alexander, atribuiu o sucesso da instituição ao multilateralismo.

Para Chris Humphrey, pesquisador do Centro de Desenvolvimento e Cooperação do Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Zurique, o investimento na infraestrutura ainda encontra uma enorme lacuna nos países emergentes e em desenvolvimento. Ele observou que o estabelecimento do BAII atendeu exatamente a tais necessidades através do mecanismo multilateral, assim propiciando esperança à futura cooperação internacional que vem sofrendo a pressão geopolítica.

O BAII tem como propósito promover a globalização econômica pare se tornar mais aberta, inclusiva, equilibrada e beneficiadora a todos, enquanto a União Europeia objetiva impulsionar a eliminação da pobreza global por meio do fornecimento de assistência. Neste contexto, os dois lados podem coordenar iniciativas e expandir novas ideias. A participação dos países desenvolvidos, como Reino Unido, França, Alemanha e Itália, já é uma prova disso.

O Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura está pronto para fazer sua parte na resposta da comunidade internacional aos desafios e quer convidar a Europa para juntos se esforçarem nesta direção.

Tradução: Isabel Shi

Revisão: Gbriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21