China pede cancelamento imediato de sanção unilateral aos países afetados pelo COVID-19

Fonte: CRI Published: 2020-03-27 20:17:35
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Certos países devem respeitar os direitos e interesses legítimos e a segurança de todos os povos afetados pelo surto do novo coronavírus, eliminando imediatamente as medidas de sanção unilateral aos países concernentes. A afirmação foi feita nesta sexta-feira (27) pelo porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, em uma coletiva de imprensa.

A China, a Rússia e outros seis países enviaram recentemente uma carta ao secretário-geral da ONU, António Guterres, pedindo o cancelamento das medidas de sanção que podem causar a obstrução das ações do combate ao COVID-19. Quanto a isso, Guterres declarou ontem na cúpula especial do G20 que o mundo precisa lutar contra o vírus. As sanções que poderão prejudicar os esforços de diversos países no combate à pandemia devem ser suspensas, frisou o secretário-geral.

Segundo o porta-voz chinês, a China apoia o apelo de Guterres e espera que alguns países suspendam as sanções unilaterais, de forma a contribuir para a promoção internacional da luta contra o surto.

Tradução: Zhao Yan

Edição: Erasto Santos Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Oficinas de redução da pobreza retomam o trabalho na cidade de Ulanqab
Wuhan toma várias medidas nos pedágios à medida que fluxo de tráfego aumenta
Paisagem ao longo do rio Yarlung Zangbo após a queda de neve
Trabalhadores montam um navio no estaleiro da fábrica na ilha de Changxing de Shanghai
Os restaurantes de hotpot em Chengdu retomam os negócios com medidas de prevenção
Flores de cerejeira desabrocham em Beijing

Notícias

Empresa chinesa entrega salas de isolamento à Coreia do Sul
EUA se tornam o país com maior número de casos do COVID-19
China suspende entrada de estrangeiros com vistos e autorizações de residência chineses
Xi Jinping pede união da comunidade internacional na cúpula do G20
Banco de dados chinês sobre COVID-19 registra 4,44 milhões de downloads
Comércio exterior da China mantém bom ímpeto apesar do impacto de COVID-19