Comentário: Terão os falcões norte-americanos “delírio persecutório”?

Fonte: CRI Published: 2019-07-28 21:26:31
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A figura representante dos falcões norte-americanos, Michael Pillsbury, disse, recentemente, que, apesar de não tratar a China como um inimigo, os Estado Unido devem impedir a China de se tornar numa liderança mundial.

Ele alegou inclusive que“até 2049 quando a China expandir mais a economia vai controlar e colonizar, de certo modo, os norte-americanos.”

Pelas afirmações, notamos que Michael Pillsbury poderia estar padecendo de um grave delírio persecutório. A absurda imaginação dele mostra a lógica norte-americana de que os países poderosos exercerão inevitavelmente a hegemonia.

O que ele apregoa visa intimidar as pessoas comuns e criar um ambiente de disputa contra a China. Mesmo repetida, a mentira não se torna verdade.

Sofrida, devido a invasão no século passado, a China desenvolve-se com único objetivo de realizar a independência e reunificação, fornecendo ao povo uma vida confortável e uma sociedade próspera.

O gene de colonização não está no sangue dos chineses, muito menos o desejo de atuar como policial mundial. Evocando a história, o navegador chinês do século XV Zheng He viajou várias vezes aos países do Oceano Índio, levando presentes e produtos para fazer amizade. Já os países ocidentais apenas trouxeram a eles pilhagem e escravidão.

Ao longo dos 70 anos da fundação da Nova China, o país não provocou, por conta própria, nenhuma guerra, mas já reduziu de 4 milhões o número dos militares. Ao contrário, Washington bateu o recorde do orçamento da despesa militar, registrando US$750 bilhões em 2020.

Tradução: Isabel Shi

Revisão: Hilário Taimo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Galeria da Cidade Proibida no Museu do Palácio em Beijing
Bela paisagem de verão em Xinjiang
Turistas visitam museu de astronomia durante as férias de verão em Guizhou
Campo de flores de canola em Menyuan, província de Qinghai
Pessoas se refrescam em corredeira em Nanchang
Crianças aprendem sobre classificação do lixo em Hefei

Notícias

Comentários da CRI tornam-se hastag e “bombam” na rede social da China
Segunda exposição de importação da China terá mais participantes
Comentário: FedEx deve dar uma explicação a clientes chineses
China pede mais esforços na formação de adolescentes talentosos de inovação
Comentário: Quem está intimidando os outros pelo mundo?
Número de mortos sobe para 15 em deslizamento de terra no sudoeste da China