​Líder chinês está preocupado com a vida das minorias étnicas

Published: 2019-02-10 19:01:15
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Líder chinês está preocupado com a vida das minorias étnicas

“Todos os grupos étnicos devem ser tão unidos quanto sementes de romã” e “para ter uma sociedade digna e rica, todos os grupos étnicos são indispensáveis”, disse o presidente chinês, Xi Jinping, ao expressar suas expectativas sobre a união e o desenvolvimento étnico. A China é um país com 56 grupos étnicos. Muitas minorias étnicas vivem em áreas remotas do país. A felicidade de todas elas constitui sempre numa preocupação de Xi Jinping como principal líder do país. Desde o 18º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCCh) em 2012, o presidente chinês visitou muitos lugares onde vivem minorias étnicas, apesar do acesso difícil a essas regiões. Ele queria conhecer pessoalmente a vida desse povo, a fim de tomar decisões e elaborar planos para promover o desenvolvimento das áreas onde habitam.

“Hoje estou muito feliz porque agora a neve não pode mais fechar as estradas nas montanhas”, disse Xi Jinping a aldeões da etnia Dulong durante sua visita à província de Yunnan, no sudoeste da China, em 2015. O grupo étnico Dulong vive no distrito de Gongshan, um dos lugares mais remotos da China. Na véspera do Ano Novo de 2014, vários cidadãos locais escreveram a Xi Jinping para lhe informar sobre a inauguração do túnel rodoviário Dulongjiang. Xi Jinping retornou uma mensagem de congratulação, e um ano mais tarde, visitou a província de Yunnan. Convidou aqueles aldeões que lhe escreveram a se hospedarem no mesmo hotel onde ele ficou.

A Região Autônoma Uigur de Xinjiang, no noroeste da China, ocupa cerca de um sexto do território continental do país. A região reúne cerca de 47 etnias, incluindo os han, os uigures e os cazaques. Em 2014, o presidente chinês visitou Kashgar, no sul de Xinjiang. Foi sua primeira viagem a esta região após o 18º Congresso Nacional do PCCh. Na casa de um aldeão uigur local, ele conheceu detalhadamente a vida e as atividades de produção dessa família.

Já em abril de 1997, quando Xi Jinping era o vice-secretário do Comitê Provincial do PCCh de Fujian, visitou uma área da etnia Hui, na Região Autônoma de Ningxia. Fujian era responsável por prestar ajuda a Ningxia na redução da pobreza. “Eu fiquei chocado vendo a pobreza que a população de Ningxia sofreu naquele tempo. Decidi promover o deslocamento dos habitantes daquele lugar para uma região habitável, a qual designamos vila Minning”, recordou Xi Jinping. Passados mais de vinte anos, a população de Minning cresceu de 8 mil para 60 mil. A renda per capital aumentou de 500 para 10 mil yuans por ano.

Tradução: Inês Zhu

Revisão: Erasto Santos Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Pandas gigantes aproveitam presente especial do Festival da Primavera em parque de Guangzhou
Macau: Mercados realizam preparativos para Festival da Primavera
Nanjing: Festival de Lanternas de Qinhuai
Centro de distribuição automatizado inaugurado em Nanjing
Paisagem de inverno em parque florestal de Qinghai
Pessoas visitam mercado para compras do Festival da Primavera

Notícias

​Líder chinês está preocupado com a vida das minorias étnicas
​A outra identidade de Xi Jinping
Espetáculo Alma Shaolin na gala do réveillon gera repercussão
Comentário: turistas chineses contribuem para recuperação econômica global
Xi Jinping e a inovação
Portugal tem ambição em relação com a China, diz embaixador de Portugal