​Beijing recebe profissionais para Fórum dos Jornalistas do Cinturão e Rota 2018

Published: 2018-06-20 19:40:04
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Beijing sediou nesta quarta-feira (20) o Fórum dos Jornalistas do Cinturão e Rota 2018, com a participação de centenas de responsáveis das organizações do setor. Também estiveram presentes representantes de instituições de mídia de 47 países e regiões.

Entre as conferências do gênero no país, a realizada na capital chinesa representa o nível mais alto e reúne o maior número dos países e regiões. O vice-diretor do Departamento de Propaganda do Partido Comunista da China, Jiang Jianguo, diretor do Gabinete de Imprensa do Conselho de Estado, proferiu um discurso temático, seguido por outros representantes que também discursaram.

No Fórum, os países aprovaram o Consenso de Cooperações das Organizações Jornalísticas do Cinturão e Rota, e confirmaram a promoção do estabelecimento do mecanismo de cooperação das organizações do setor. Além disso, os participantes concordaram em aprofundar as colaborações pragmáticas, estabelecer secretariado do Fórum e preparar o estabelecimento de uma união das organizações jornalísticas.

Tradução: Li Jing

Edição: Rafael Fontana

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Observatório de deteção de raios cósmicos em construção no sudeste da China
Xi'an inicia preservação do portão da cidade antiga renomada
Corrida terreste do barco-dragão para crianças em Zhejiang
Artista folclórico de Hunan faz cabeças de dragão há mais de 40 anos
Novo trem de levitação magnética da China sai da linha de produção
Rodovia no Deserto Taklimakan em Xinjiang, noroeste da China

Notícias

​Beijing recebe profissionais para Fórum dos Jornalistas do Cinturão e Rota 2018
Especialistas dizem que fricções com EUA não impactam desenvolvimento chinês
APN apela por reforço quanto aos direitos dos consumidores
Trump manda criar força espacial
Semana de Filmes do Cinturão e Rota cria nova via de intercâmbio internacional
ONU emite declaração condenando ataques terroristas no Afeganistão