China exorta aos EUA a serem fiéis às suas palavras

Published: 2018-05-30 17:02:23
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A porta-voz da Chancelaria chinesa, Hua Chunying, afirmou nesta quarta-feira (30), em uma coletiva de imprensa, que o comunicado publicado pelos Estados Unidos sobre a tributação para os produtos chineses é contrário ao consenso alcançado em Washington, sendo também gasto e dilapidação para a reputação nacional.

Segundo o comunicado emitido no dia 29 pela Casa Branca, os EUA vão impor uma tarifa de 25% em U$ 50 bilhões de bens importados da China contendo tecnologia industrial significativa, antes do dia 15 de junho. Enquanto a isso, Hua Chunying assinalou que a China exorta aos EUA a serem fiéis às suas palavras e seguirem com a China na mesma direção, conforme o espírito do comunicado conjunto. Além disso, o país defende sempre o diálogo e as consultas iguais, uma maneira construtiva para tratar adequadamente as divergências econômicas e comerciais.

Ela ressaltou que a China não quer e nem tem medo de uma guerra comercial. Se os EUA insistir em agir de maneira arbitrária e imprudente, a China tomará medidas efetivas para salvaguardar os seus próprios interesses.

Tradução: Luana Xing

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Robôs-bombeiro em utilização em Hangzhou
Vista noturna de Qingdao
Aviário com mais de 600 araras e papagaios abre no Zoológico de Chongqing
Competição de passeio em corda esticada foi realizada na Montanha Tianmen
Vila de Pescadores
Parque Nacional do Pantanal Puzhehei em Yunnan

Notícias

Entrega rápida na China foca em menos embalagem e mais desenvolvimento verde
China exorta aos EUA a serem fiéis às suas palavras
Ataque terrorista deixa quatro mortos e dois feridos na Bélgica
Província de Guangdong acelera transformação e atualização industrial
Fórum Internacional Antiterrorista Grande Muralha-2018 mostra treinos de combate
Parceria Beijing-Macau 2018 é oficialmente lançada