Instrumento chinês – Pipa
  2011-09-07 10:41:00  cri

O pipá é um instrumento tradicional do Leste Asiático. O primeiro registro de um instrumento do tipo data da dinastia Qin da China, há mais de dois mil anos. O pipá tem uma envergadura sonora muito ampla e sons muito cristalinos. Ao longo dos dois milênios de história, a aparência e as técnicas de apresentação do pipá vêm sendo aprimoradas e a posição do instrumento na música tradicional e moderna da China está cada dia mais consolidada. Hoje, o pipá é um instrumento importante de solo e de sinfonia e é amplamente adorado pelos chineses.

No entanto, como a educação musical profissional da era moderna começou tarde na China, não faz muito tempo que o ensino profissional de pipá entrou nas escolas do país. O diretor da Faculdade de Música Folclórica do Conservatório Central da China, Li Guanghua, disse que, no decorrer do desenvolvimento e reforma nos últimos cem anos, o ensino escolar de pipá passou a combinar cursos de execução do instrumento e de conhecimentos musicais básicos.

Segundo Li, devido a razões históricas, o ensino musical profissional da China se espelhou no da ex-União Soviética. Ele ponderou que a música chinesa valoriza muito o estilo de apresentação e, por isso, ao aplicar o modelo didático ocidental, é preciso reforçar a formação em cultura tradicional chinesa. O diretor explicou a razão:

"No ensino de maneira ocidental, que destaca o progresso de técnicas de execução, sempre se descuida a formação em conhecimentos tradicionais. Por exemplo, descobrimos que um grande número de alunos pode executar muito bem as obras modernas. Porém, não é fácil fazer com que eles toquem satisfatoriamente as músicas tradicionais, que não requerem técnicas difíceis, mas são muito estilísticas."

Na China, o ensino de pipá entre as pessoas comuns é realizado por meio de cursos extracurriculares. Há muitas crianças que começaram a aprender o pipá ainda muito jovens, a pedido dos pais, para melhorar o conhecimento artístico. E algumas delas optam por continuar o aprendizado e acabam tocando o instrumento profissionalmente. Todos os anos, o número dos estudantes que participam do exame de admissão do curso de pipá de universidades artísticas famosas, como o Conservatório Central da China, chega a dezenas até mais de cem. Mas, no final, só aproximadamente dez podem ser admitidos.

Além de instrumentistas profissionais, há inúmeros amadores de pipá na China. Para promover a padronização e a generalização do pipá, exames de classificação são organizados todos os anos no país. Além disso, um crescente número de estrangeiros começa a apreciar e a aprender o pipá. Devido à semelhança física e a flexibilidade das mãos, os japoneses também têm mais facilidade de executar o instrumento. Ao mesmo tempo, os artistas chineses frequentemente viajam para o exterior fazendo apresentações.

O pipá tem entre 50 e 60 possibilidades de execução para ambas as mãos e pode apresentar uma variedade de obras. E, assim, é difícil aprender comparando com outros instrumentos chineses. Portanto, devido à complexidade e flexibilidade, o pipá tem seu próprio fascínio, como Li Guanghua disse:

"As notas tocadas no pipá parecem pontos e os pontos se ligam em linhas através das diferentes técnicas de execução. Deste modo, saem as melodias bonitas. As músicas do pipá são muitas vezes, energéticas e rítmicas e, às vezes, líricas e românticas."


1 2
Leia mais
Comentário