Web  portuguese.cri.cn  
Omelete de Ostra
  2013-07-08 10:47:13  cri

Omelete de Ostra (Ke Zai Jian, em chinês ou o a ji em dialeto de Fujian). É um dos pratos mais comum na vida cotidiana dos povos da província Fujian e Taiwan. É um prato que representa bem a característica regional.

A origem deste prato é a cidade de Quanzhou, uma cidade com um importante papel na história da China. A cidade é conhecida como o ponto de partida da Rota Marítima da Seda.

A omelete foi criada pelos antepassados devido a uma vida muito dura. Naquela época, eles usaram a omelete de ostra para suprir a falta de alimentos básicos.

Na preparação da omelete de ostra se mistura água, amido, ostra, ovos, alho-poró e alho picado. A forma é parecida com a omelete tradicional. A chave para fazer esse prato é a ostra fresca, um tipo de moluscos macio e terno, muito comum no Estreito de Taiwan. Essa também pode ser uma razão importante para que o prato se tornasse tão famoso naquela região.

Tem também uma lenda interessante sobre a origem deste prato. Em 1661, Zheng Chenggong, um herói famoso na história chinesa, liderou seu grupo com o objetivo de recuperar a soberania de Taiwan, que naquela época havia sido ocupado pelos holandeses. Para impedir o ataque forte de Zheng, os holandeses esconderam todos os alimentos. Mas essa dificuldade não impediu o plano do inteligente general Zheng. Ele propôs um plano para a conquista de Taiwan, considerando os fatores geográficos da região. Ele juntou amido, água e ostra, um alimento muito comum em Taiwan. Criou assim a omelete de ostra, que pode manter o povo bem alimentado.

Se pode dizer que o prato cumpriu um papel importante na luta contra a ocupação de Taiwan. Mas o fato de um prato tão simples ter se tornado um dos pratos mais populares de Taiwan hoje em dia, é algo um pouco complexo de se descobrir. Aliás, quando se refere a comida de Taiwan, a primeira coisa que se pensa é o omelete de ostra.

Sendo o prato necessário na refeição cotidiana das pessoas da região, o prato tem uma posição muito importante na culinária local. É um dos pratos imprescindível em um banquete de casamento. Aliás, o prato é também usado para verificar se uma noiva tem as qualificações necessárias para se casar. Ou seja, a candidata deve demonstrar que domina a arte de preparar essa delícia.

Contada a origem do prato, vamos agora ver o que precisamos para prepará-lo. Não se esqueça de pegar um papel e lápis para anotar.

Os ingredientes são 150 gramas de ostra ( limpe-as bem antes, usando sal), 2 ovos, um pouco coentro picado, 5 colheres de amido, 4 colheres de água natural, 100 gramas de cebolinha chinês. Tem ainda 6 colheres de ketchup, 2 colheres de molho de soja, 2 colheres de ajinomoto, 4 colheres de açúcar e uma tigela de água morna

Vamos agora ao preparo desta receita.

Primeiro, misture o amido e a cebolinha chinês com 4 colheres de água natural. Em seguida, para fazer o molho deste prato, misture 6 colheres de ketchup, 2 colheres de molho de soja, 2 colheres de ajinomoto ,4 colheres de açúcar e uma tigela com água morna.

Aqueça, em fogo médio, o óleo em uma frigideira. Coloque 150 gramas de ostras na frigideira até que os ingredientes fiquem um pouco passado.

Depois, adicione o amido, já misturado, e frite junto com as ostras até que os ingredientes formem uma pasta um pouco trasparente.

Vire a pasta para fritar o outro lado e acrescente ovos e coentro picado. Frite até a omelete ficar bem passada.

Está pronto! Já pode provar a delícia. Não se esqueça de untar no molho que você preparou.

Bom apetite!

A omelete de ostra não só possui um sabor delícioso, como também é nutricionalmente rico. O prato tem uma função para a recuperação dos pacientes que tem câncer, especialmente alguém que passou por tratamento com quimioterapia. Ao mesmo tempo, tamém é muito bom para crianças inquietas, com fraqueza física ou insônia. Além disso, o ingrediente principal do prato, a ostra, é um tipo de fruto do mar muito útil para estimular a absorção de cálcio e prevenir de doenças como anemia e arteriosclerose.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v A aldeia fica no extremo norte da China

v Coleta de sal em Fujian, no sudeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de visitas: O artista português Alexandre Farto, o Vhils, explica detalhes do seu estilo inovador, que já conquistou todos os continentes
• Sala de visitas: A jornalista brasileira Laís Carpenter fala sobre sua carreira e conta como veio morar na China
• Sabores do Brasil - Muqueca de Peixe e Camarão
• Entrevista com presidente da CMA Group do Brasil, José Sanchez
• Encontre aromas frescos do chá Tieguanyin em Anxi
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
mais>>
Galeria de fotos

O primeiro trem maglev de Beijing foi testado no último sábado

Pinturas famosas foram transformadas pelo ilustrador chinês Along, utilizando o panda

A Pradaria de Hulunbuir é uma das quarto maiores pradarias do mundo

Um parque de estacionamento gigantesco e inteligente foi inaugurado em Beijing
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040