Web  portuguese.cri.cn  
Um desfile da culinária brasileira por Beijing
  2013-05-17 10:12:01  cri

Hoje 16 de maio de 2013, a imprensa chinesa foi convidada para apreciar e degustar algumas especialidades da culinária brasileira, preparadas pelos Chefs brasileiros Paulo Machado e Felipe Ribenboim, dois verdadeiros artistas na arte de pensar, elaborar e propagar os sabores da culinária verde-amarela.

 Dois chefs com Hayle Gadelha,chefe do Setor de Promoção Comercial e Investimentos da Embaixada do Brasil na China

O objetivo do almoço com a imprensa foi a divulgação do Festival de Comida Brasileira, evento que se realiza na capital chinesa desde o dia 11 de maio e se estenderá até o dia 24. Promovido pela embaixada brasileira e pelo hotel Grand Hyatt Beijing at Oriental Plaza, local do festival, o evento conta também com o apoio da Latam Airlaines Group.

 Repórter José com Philippe Frey,gerente do Hotel Grand Hyatt

Com sua arte refinada, os Chefs Paulo Machado e Felipe Ribeboim conseguiram com este almoço-apresentação não apenas impressionar, mas mostrar para imprensa chinesa parte de um Brasil mais profundo, escondido entre gostos, cores e sabores tão diversos, como o próprio país.

 Repórteres com os dois chefs

As atitudes dos Chefs ajudam a semear na China um imaginário mais amplo sobre o Brasil. Um imaginário entrançado pelas raízes da mandioca, herança dos povos originários que alimenta o Brasil de ponta a ponta, a tantas gerações. O cardápio quem o diga. Parecia um mapa do Brasil, a deliciar os olhos, o olfato e o sorrir.

 Doces deliciosos

Primeiro desfilou o caldinho de feijão, tão disseminado em todo território brasileiro, acompanhado do pão de queijo e do biscoito de polvilho. Depois, entre sertões e cerrados, nos apareceu o bolinho de mandioca com o inesquecível sabor do pequi.

Saindo da travessia pelos Gerais, de repente, graças à ousadia dos Chefs, nos encontrávamos agora na Amazônia, para apreciar o Chibé, um prato típico da culinária indígena, trançado a base de mandioca, seja pela fécula, através da farinha, seja pelas folhas, das quais se extrai o tucupy, um sumo quase que sagrado para os povos das florestas, habitantes da Amazônia.

 Chibé

E claro, mais escolas continuariam o abrir alas. Bobó de camarão, farofa de dendê da Bahia, Barreado de Morretes... e doces. Sim, porque a cana-de-açúcar também vive a adoçar as bocas brasileiras, através do Quindim de Iaiá, do Bolo de Rolo de Recife e do brigadeiro, tão comum nos aniversários e casamentos brasileiros.

Que mais dizer? Que ali tivemos o prazer de representar a Radio Internacional da China, onde podemos sentir que a amizade entre chineses e brasileiros pode e deve trilhar por muitos caminhos. O da culinária jamais pode ser esquecido.

Por José Medeiros da Silva e Rosana Zhao

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Rua construída sobre edifício em Chongqing se torna viral nas redes sociais

v "Vila dos animais de estimação" estimula o desenvolvimento do município de Pinyang
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Trajes do Hong Yao
• Memória original
• Wang Yuan, praticante da proteção ambiental familiar
• Conheça os tipos e benefícios do aspargo para saúde
• Deputado brasileiro avalia positivamente relações políticas entre Brasil e China
• O caminho dos negócios de Wang Yang, das pistas para o patins perfeito
mais>>
Galeria de fotos

Entusiastas praticam yoga em toda a China

Vista aérea da cidade costeira de Qingdao

Solstício de Verão

Fabricantes chineses apresentam seus produtos no Show Aéreo de Paris
mais>>

• Fanzine Nº1, 2017

• Fanzine Nº6, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040