A paisagem pitoresca de Guangxi
  2011-06-22 14:35:57  cri

A Região Autônoma da etnia Zhuang de Guangxi, no sudoeste da China, é um lugar com ricos recursos turísticos. Guilin, conhecida mundialmente por sua paisagem pitoresca, está localizada justamente nessa região. Mas não é esse o nosso destino de hoje. Partindo de Nanning, capital de Guangxi, vamos até as fronteiras do país para descobrir cenários maravilhosos e escondidos.

A montanha Longhu

A montanha Longhu fica a 80 quilômetros de Nanning, capital de Guangxi. Da estação rodoviária de Nanning partem vários ônibus rumo ao distrito de Daxin, caminho para chegar a montanha Longhu. Em uma hora e meia é possível chegar ao local da nossa visita.

O nome chinês "Longhu" significa "tigre e dragão". Mas, em vezes de tigres e dragões, a montanha está repleta de macacos. Numa área de 20 quilômetros quadrados, vivem mais de 2500 macacos. Eles têm bom temperamento e gostam de brincar com os turistas. Lá existem três grandes grupos de macaco chamados pela população local de "força terrestre", "marinha" e "força aérea", de acordo com as características de cada um. Os macacos da "marinha" são aqueles capazes de nadar. Já os da "força aérea" saltam habilmente entre as árvores.

Normalmente, os macacos são "gentis" no contato com os seres humanos. Os mais "temperamentais" vez ou outra roubam as bolsas dos visitantes. No entanto, todos obedecem às ordens da guia local, uma senhora chamada Pan Huifen, que há muitos anos trabalha na montanha. Por sua habilidade de se comunicar com esses primatas, ela carrega o apelido de "Mãe dos Macacos".

As cataratas Detian

As cataratas Detian localizam-se no curso superior do rio Guichun, na fronteira da China com o Vietnã. Elas ficam a 66 quilômetros da sede distrital de Daxin e a 208 quilômetros da capital da província, Nanning. Para chegar lá, sugerimos aos turistas que aluguem um carro por 100 yuans na sede distrital de Daxin.

A principal catarata tem 100 metros de largura e uma queda 70 metros, sendo a maior catarata transfronteiriça do Sudeste Asiático e a segunda maior do mundo. Em todas as estações, as cataratas mantêm a abundante quantidade de água. Contemplada de longe, suas águas parecem cair do céu, numa cena muito imponente e esplendorosa.

Quem quiser acrescentar um pouco de aventura à visita, pode tomar uma jangada de bambu no rio Guichun para se aproximar das cataratas. No verão, as águas mostram-se amarelas, por causa do grande quantidade de areia. Na primavera, elas revelam-se verdes. Mas é o outono a melhor época para apreciar a beleza das cataratas. Isso porque as montanhas ao lado delas exibem uma variedade infinita de cores que se refletem nas águas cristalinas do rio.

O campo Mingshi

O campo Mingshi fica a apenas 37 quilômetros das catararas Detian. Depois de sentir a imponência das cataratas, vá ao campo curtir por dois dias a vida bucólica local. Você não vai se arrepender.

Que tal ser acordado de manhãzinha pelo canto das aves? Ao abrir a porta da pousada, o turista se depara com uma paisagem pitoresca de encher os olhos: nuvens brancas flutuando lentamente pelo céu; camponeses pastoreando suas vacas e arando a terra; montanhas erguendo-se ao longe; as águas do riacho correndo silenciosamente, às vezes incomodado por uma jangada de bambu. O cenário é de pura tranquilidade.

Leia mais
Comentário