Web  portuguese.cri.cn  
Facção de extrema-direita por trás do duplo atentado na Noruega
  2011-07-25 17:38:39  cri

Muitas pessoas foram neste domingo (24) à catedral de Oslo para uma missa em homenagem às vítimas dos atentados ocorridos na sexta-feira. Estiveram presentes o rei da Noruega, Harald V, a rainha, Sonja Haraldsen, o primeiro-ministro, Jens Stoltenberg, funcionários de alto escalão do governo e diplomatas de diversos países.

Na sexta-feira, dia 22, a Noruega sofreu os mais graves atentados do país desde a Segunda Guerra Mundial. Um norueguês de extrema-direita detonou um potente carro-bomba no edifício do Ministério do Petróleo e Energia, no centro de Oslo, capital do país. Cerca de duas horas depois, o mesmo suspeito, disfarçado de policial, entrou no acampamento de Utoeya e atirou contra os jovens que estavam no local durante uma hora e meia. Os dois atentados deixaram pelo menos 93 mortos. Com a evolução da investigação, se tornaram claras as motivações do autor dos ataques, identificado como Andes Behring Breivik. Segundo a polícia norueguesa, Breivik já admitiu a autoria dos atentados. Ele alegou que queria modificar a sociedade através de uma "revolução". No mesmo dia do atentado, Breivik divulgou em seu site o documento "2083, Manifesto da Independência da Europa", com 1500 páginas. Na publicação, ele manifesta ódio contra os europeus que defendem a tolerância e a inclusão dos imigrantes, considerando-os "traidores da Europa". Também disse que vai eliminá-los um por um. Segundo Breivik, 2083 é o ano em que a revolução vai obter sucesso.

Ele ainda divulgou no site um video com o mesmo nome. Nas legendas, ele escreveu que a diversidade cultural deve ser destruída e pediu que a divulgação do islamismo fosse barrada na Europa.

No início do desastroso episódio, os europeus pensaram que os atentados haviam sido cometidos pela Al-Qaeda. Porém, agora, a opinião pública começa a refletir: porque um jovem nativo alimenta um ódio tão profundo contra a sociedade europeia? Também estão analisando se o atentado de Oslo significa a derrota da diversifidade cultural da Europa. Nos últimos anos, com o aumento de imigrantes e os impactos da crise econômica, a extrema direita do continente europeu ganhou força rapidamente e está criando um neo-nacionalismo. Ao mesmo tempo, os governos direitistas também atribuem a responsabilidade da recessão econômica e da instabilidade social aos imigrantes e começaram a adotar atitudes mais rígidas contra eles, inclusive muçulmanos. Mais e mais europeus estão passando a considerar que os imigrantes estão invadindo sua cultura e roubando seus empregos.

Outro fato por trás dos atentados de Oslo é mais estarrecedor. Os agentes de segurança da europa reconheceram que, nos últimos dias, muitos internautas europeus alegaram pertencer à facção de extrema-direita de Breivik. Ele não é apenas membro do grupo de extremista da Noruega, mas também faz parte de várias organizações de extrema-direita pan-europeus. A opinião pública está preocupada com o agravamento das contradições ideológica, social e econômica, e que cada dia mais eleitores europeus estejam se voltando para as forças conservadoras e direitistas e tornando extremistas.

(por Sônia Qiu)

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Artista recria obras de arte e fotos de famosas com cachorro quente

v Um bar inspirado em "Game of Thrones" é inaugurado em Washington
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
• Sala de visitas: Sergio Moreira Lima fala sobre a importância histórica da diplomacia brasileira na América do Sul e no mundo (Parte II)
• Entrevista com secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura brasileiro
• Conheça os tipos e benefícios de oleaginosas
• Fórum Internacional do Ensino de Português reúne especialistas em Beijing
• Sala de visitas: As relações Brasil-China e o BRICS sob a análise do presidente da Fundação Alexandre Gusmão, Sergio Eduardo Moreira Lima (Parte I)
mais>>
Galeria de fotos

Vista panorâmica de terras agrícolas e aldeias em Guizhou

Navios da Marinha chinesa em alto mar

A pintura de fios dourados com esmalte cerâmico é um artesanato tradicional chinesa

Festival da Lagosta em Los Angeles
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040