Web  portuguese.cri.cn  
China vai manter crescimento econômico relativamente rápido, diz premiê
  2017-03-15 20:08:07  cri

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, afirmou nesta quarta-feira (15) que a China vai manter o crescimento econômico em velocidades média e alta, sendo ainda um importante motor do crescimento global.

Na entrevista coletiva concedida após o encerramento da sessão anual da Assembleia Popular Nacional (APN), máximo órgão legislativo, Li Keqiang respondeu a perguntas sobre temas nacionais e internacionais.

Como a segunda maior economia do mundo, a China definiu a meta de crescimento econômico em 6,5% para 2017. O premiê considera ser uma meta não muito fácil de alcançar, levando em consideração o grande volume econômico chinês.

"Se alcançarmos a meta de crescimento deste ano, o tamanho da expansão será maior que o crescimento do ano passado. Isso significa um aumento baseado no PIB de mais de 74 trilhões de yuans, equivalente a US$ 11 trilhões, que criará 11 milhões de empregos. Além disso, o crescimento de 6,5% não significa que a contribuição do país para o mundo irá diminuir. A China continua sendo um importante motor para o crescimento mundial em meio à fraca recuperação econômica global."

Nos últimos quatro anos, a China manteve um crescimento econômico médio-alto, criando mais de 50 milhões de novos empregos urbanos. Por esta razão, Li Keqiang pediu que analistas parem com as previsões de aterrissagem forçada da economia chinesa.

Li Keqiang disse ainda que a China não espera aumentar as exportações desvalorizando a moeda, nem deseja uma guerra comercial com outros países. Segundo ele, a taxa de câmbio do yuan, moeda chinesa, vai permanecer estável.

O premiê chinês ainda manifestou a confiança de que a China pode criar empregos através de oportunidades oferecidas pelo novo ímpeto de crescimento, empreendedorismo e atividades de inovação. A China não terá nem permitirá o desemprego em massa de determinados grupos neste ano, acrescentou.

Em relação à globalização econômica, Li Keqiang confirmou a posição chinesa de defendê-la e apoiar o livre comércio.

"A China, como muitos outros países, é uma beneficiária da globalização, pois o país tem expandindo constantemente sua abertura. A China abrirá cada vez mais amplamente sua porta. E o povo chinês entende que o país deve agarrar as oportunidades de globalização através da abertura, independentemente dos desafios existentes."

O premiê ainda revelou na coletiva à imprensa que as autoridades diplomáticas da China e dos Estados Unidos estão se comunicando sobre um encontro entre os dois presidentes. Ele manifestou-se otimista com que os laços bilaterais continuem avançando numa direção positiva, mas confessou haver divergências em questões como emprego, taxa de câmbio e segurança.

(tradução: Shi Liang  revisão: Rafael Fontana)

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Vista aérea da cidade costeira de Qingdao

v Entusiastas praticam yoga em toda a China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Trajes do Hong Yao
• Memória original
• Wang Yuan, praticante da proteção ambiental familiar
• Conheça os tipos e benefícios do aspargo para saúde
• Deputado brasileiro avalia positivamente relações políticas entre Brasil e China
• O caminho dos negócios de Wang Yang, das pistas para o patins perfeito
mais>>
Galeria de fotos

Solstício de Verão

Fabricantes chineses apresentam seus produtos no Show Aéreo de Paris

Cenário de verão das montanhas Qilian no noroeste da China

Semana de Moda Masculina de Milão
mais>>

• Fanzine Nº1, 2017

• Fanzine Nº6, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040