Web  portuguese.cri.cn  
Especialistas chineses descobrem asas pré-históricas preservadas em resina fóssil
  2016-06-29 19:53:22  cri
Há quase 100 milhões de anos, dois pássaros ficaram presos em fluído grudento de uma árvore de floresta tropical. Agora, as asas deles, enterradas em âmbar (resina fóssil), estão oferecendo aos cientistas novos conhecimentos sobre a evolução dos pássaros.

  O pequeno espécime foi descoberto no vale de Hukawng no norte de Mianmar e incluído no jornal "Nature Communications".

  Esta é a primeira vez que as asas foram descobertas conservadas em âmbar. Penas individuais ou pedaços de penas foram encontrados com frequência.

  As amostras têm duas pontas de asas perfeitamente preservadas com todas as características intatas, incluindo tecido mole de dois pássaros, que cientistas acreditam que foram criados há 100 milhões de anos durante o período cretáceo, cerca de 45 milhões de anos depois os primeiros pássaros ou dinossauros aviários se desenvolveram.

  Cada pedaço mede apenas alguns centímetros de comprimento e provavelmente pertence aos enantiornithines, um grupo de aves dentadas.

  O tamanho e desenvolvimento do esqueleto das asas sugerem que as aves eram jovens quando ficaram agarradas por seiva, segundo o co-autor do estudo, Dr. Xing Lida da Universidade de Geociência da China.

  Todos os estudos anteriores de aves cretáceas foram baseados em fósseis, resíduos bidimensionais preservados em pedras sedimentares.

  "O espécime de âmbar oferece uma oportunidade sem igual para vermos aves dentadas extintas de maneira mais fiel à realidade", disse Xing. "É impressionante."

  De acordo com Xing, os pesquisadores também conseguiram um outro grupo de âmbar que inclui amostras de vertebrados.

  "Logo, poderemos ver uma coleção diversa de fauna de vertebrados do Sudeste Asiático durante o período cretáceo", afirmou.

(Xinhua)

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v A aldeia fica no extremo norte da China

v Coleta de sal em Fujian, no sudeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de visitas: O artista português Alexandre Farto, o Vhils, explica detalhes do seu estilo inovador, que já conquistou todos os continentes
• Sala de visitas: A jornalista brasileira Laís Carpenter fala sobre sua carreira e conta como veio morar na China
• Sabores do Brasil - Muqueca de Peixe e Camarão
• Entrevista com presidente da CMA Group do Brasil, José Sanchez
• Encontre aromas frescos do chá Tieguanyin em Anxi
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
mais>>
Galeria de fotos

O primeiro trem maglev de Beijing foi testado no último sábado

Pinturas famosas foram transformadas pelo ilustrador chinês Along, utilizando o panda

A Pradaria de Hulunbuir é uma das quarto maiores pradarias do mundo

Um parque de estacionamento gigantesco e inteligente foi inaugurado em Beijing
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040