Presidente do Novo Banco de Desenvolvimento aplaude papel da China no Brics
Fonte: CRI Published: 2022-11-05 18:26:33

“A China desempenha um papel fundamental na cooperação do Brics,” destacou o presidente do Novo Banco de Desenvolvimento, Marcos Troyjo.

Em uma entrevista exclusiva ao Grupo de Mídia da China (CMG, na sigla em inglês), Marcos Troyjo afirmou que quando a ideia do Brics em 2000 foi apresentada, o PIB da China era apenas um oitavo do que é hoje. Oito anos passados, o país já se tornou a segunda maior economia do mundo e um importante parceiro comercial para os outros membros do bloco. Por exemplo, há 20 anos, o volume comercial China-Brasil era cerca de dez bilhões de dólares no ano todo, já hoje, essa quantia pode ser atingida a cada 60 horas.

Troyjo acrescentou que a cooperação do Brics não se restringe à economia e ao comércio, uma vez que os países realizaram várias conferências com ministros do meio ambiente, saúde, ciência e tecnologia, demonstrando que o diálogo entre economias emergentes tem um papel importante de transformação. Além disso, a interação estreita entre os líderes dos países do Brics se trata de uma contribuição crucial para a cooperação global.

Para Troyjo, os países do Brics são diferentes em circunstância de civilização, cultura, sistema político e escala econômica, mas têm muitos pontos em comum. Todos têm uma participação cada dia maior na governança global e se dedicam ao aumento do investimento em infraestrutura, à promoção do desenvolvimento sustentável e à redução da lacuna na cooperação global. Ele acredita que a parceria do Brics resistirá ao teste do tempo.

Troyjo enfatizou que o mecanismo de cooperação do Brics é uma importante plataforma para os países em desenvolvimento explorarem seu próprio modelo de desenvolvimento e colocarem a reforma na atual ordem global. Esse mecanismo prova, com realizações extraordinárias, que buscar oportunidades de desenvolvimento e remodelar a ordem mundial são uma vontade comum dos países em desenvolvimento.

Tradução: Florbela Guo

Revisão: Gabriela Nascimento