China e Rússia discutem oportunidades comerciais em fórum do Extremo Oriente
Fonte: Xinhua Published: 2022-09-09 15:32:12

Representantes da Rússia e da China discutiram a expansão da cooperação econômica e comercial bilateral em um fórum realizado em Vladivostok esta semana.

O fórum empresarial "Cooperação Russo-Chinesa em Uma Nova Era" foi realizado na quarta-feira, paralelamente ao 7º Fórum Econômico Oriental (EEF, na sigla em inglês), que termina na quinta-feira.

Em um discurso por videoconferência, o embaixador chinês na Rússia, Zhang Hanhui, disse que a cooperação econômica e comercial entre os dois países é resiliente. A China permanece o maior parceiro comercial da Rússia há 12 anos consecutivos.

O representante comercial da Rússia na China, Alexey Dakhnovsky, disse que os dois países precisam fortalecer a cooperação em plataformas de comércio eletrônico, transporte e logística e facilitar pagamentos transfronteiriços entre bancos.

Nikolay Kharitonov, presidente do Comitê da Duma para o Desenvolvimento do Extremo Oriente e do Ártico, assinalou que as regiões do Extremo Oriente da Rússia devem fortalecer os intercâmbios econômicos com as províncias chinesas. Ele disse que elas devem se concentrar ainda mais no desenvolvimento de produtos de alto valor agregado nos quais os consumidores chineses estejam interessados, ao mesmo tempo em que promovem o desenvolvimento do comércio eletrônico.

Zhou Liqun, presidente da União de Empresários Chineses na Rússia, acredita que os dois países precisam trabalhar para manter a estabilidade das cadeias industriais e de suprimentos e fomentar novos pontos de crescimento na economia digital, desenvolvimento verde e biomedicina.

O 7º EEF começou na segunda-feira. O tema central do evento deste ano é "No Caminho para um Mundo Multipolar".

Lançado em 2015, o EEF é um importante local de diálogo entre políticos, empresários e especialistas para o desenvolvimento do Extremo Oriente e a cooperação regional.