EY espera próxima exposição de importação da China para expansão de negócios

Fonte: Xinhua Published: 2018-10-09 15:11:17
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A primeira Exposição Internacional de Importação da China (CIIE, em inglês) será realizada entre 5 e 10 de novembro em Shanghai. Um número crescente de empresas multinacionais comentou que aproveitarão o evento para fortalecer suas marcas e expandir seus negócios.

A próxima edição da CIIE no ano que vem já está recebendo inscrições e a firma de contabilidade EY já confirmou sua participação em 2019.

A CIIE, primeira exposição de importação de nível nacional do mundo, deverá reunir milhares de empresas de mais de 130 países e regiões.

A primeira exposição comercial da CIIE tratará do comércio de bens e serviços. A seção de comércio de serviços compreenderá as tecnologias emergentes, terceirização de serviços, design criativo, cultura e educação, turismo, logística e serviços abrangentes. A EY reservou uma área de exposição de 72 metros quadrados.

A EY já empregou 18 mil pessoas em mais de 20 cidades da China. "É uma empresa bem conhecida, contudo muitos dos participantes da CIIE podem não conhecer toda a esfera de nossos serviços. Durante a CIIE, planejamos apresentar uma imagem diferente da EY", disse Walter Tong, Líder de Contas-Chave da Grande China da EY em uma entrevista à Xinhua.

Para embarcar na era digital, a EY lançou no mês passado seu primeiro centro de inovação na China, chamado de Wavespace, em Shanghai, que é uma rede global altamente conectada que fornece novas soluções de negócios por meio da experiência digital.

"Traremos do nosso centro de inovação os serviços mais inovadores e de alta tecnologia, como inteligência artificial, robótica e blockchain à CIIE, além dos tradicionais serviços de impostos e consultoria", assinalou Tong.

Dado o fato de que mais de 2.800 empresas confirmaram participação na primeira CIIE e mais de 150 mil compradores nacionais e internacionais são esperados, Tong acredita que o grande papel da CIIE é a colaboração e cooperação entre empresas, governos e consumidores ao redor do mundo. "É um evento em que todos os lados ganham", afirmou ele.

"Outra expectativa é conhecer mais pequenas e médias empresas durante o evento. Queremos estabelecer um relacionamento com as companhias enquanto elas ainda forem pequenas, porque quando elas se tornarem grandes, poderá ser tarde demais", observou Tong.

De acordo com o Birô da CIIE, o entusiasmo dos expositores foi além das expectativas e a área de estandes para empresas já está toda reservada. Mais de 40 empresas e instituições, incluindo a japonesa Nachi-Fujikoshi Corp., que foi a primeira a se inscrever na CIIE deste ano, também se inscreveram para a segunda edição.

"Queremos expressar nossa confiança de que a CIIE será um evento de muito sucesso, por isso queremos ter certeza de que participaremos no ano que vem. O estande da EY no próximo ano será tão empolgante e inovador quanto este ano". disse Tong.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Museu de Taiyuan exibe relíquias culturais do Museu do Palácio
Parques ecológicos Nanhai e Xihu em Hebei
Rápido desenvolvimento de Shenzhen
Paisagem de Lago Haokun na cidade Baise, em Guangxi
Macau realiza atividades tradicionais para celebrar Dia Mundial do Turismo
Feira comercial de flores e árvores realizada no centro da China

Notícias

Macau recebe 890 mil turistas durante a semana dourada do Dia Nacional
Dois norte-americanos recebem o Prêmio Nobel de Economia de 2018
Vila de Shizhai combate a pobreza plantando cogumelos
​UE promove turismo na China
Beijing sediará Conferência Mundial da Ciência da Vida
Trem-bala Guangzhou-HK recebe 880 mil passageiros na parte de HK desde o lançamento