Empresa ajuda a aliviar pobreza em Heshun

Published: 2019-08-15 15:15:25
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A pobreza no distrito de Heshun, província de Shanxi, no norte da China, foi superada há um ano e entre umas das ações que contribuíram para o efeito consta uma estratégia que envolve um esforço mútuo entre as comunidades locais e a principal empresa de produção de vinagre da região.

Os esforços para reduzir a pobreza em Hesuhn têm sido implementados há anos e embora o distrito tenha sido declarado livre da pobreza em 2018, a empresa Cucu continua a apoiar as comunidades daquela região.

Localizada no meio de uma zona montanhosa, num distrito historicamente afetado pela pobreza, a empresa Cucu já tirou 997 famílias da pobreza, desde 2016, o que corresponde a 1.200 pessoas.

“Já ajudamos 997 famílias. Nós compramos produtos para produção de vinagre nas aldeias locais, pagando uma taxa que varia de 10 a 15 por cento a mais, comparado ao valor do produto se comprássemos em outros pontos. Fazemo-lo para ajudar a população a sair da pobreza”, conta Cao Yanjun, o presidente da fábrica.

Cao Yanjun, que tem um histórico de vida marcado por imigrações para outros cantos do país à procura de melhores condições de vida, diz que o maior interesse da empresa com a atitude é apoiar os residentes do distrito a terem melhores condições de vida.

“Eu nasci aqui, mas um tempo depois saí a procura de melhores condições de vida e depois regressei a esta que é minha terra natal com objetivo de ajudar no desenvolvimento da mesma”, disse.

Ele afirma que poderia comprar os produtos a um preço mais barato, em outras regiões, mas prefere comprá-los das comunidades locais.

Atualmente, a Cucu emprega um total de 160 pessoas da região. Porém, o sucesso da companhia não se mede apenas pelo número de pessoas que ela contratou ao longo dos anos. Com a sua criação, a Cucu aproximou famílias e incentiva as comunidades a trabalharem as suas terras, evitando que as mesmas se tornem ociosas.

Por isso, conta Cao, “os colaboradores da empresa chegam aqui às 3 da manhã e regressam as suas residências às 11 horas para cuidarem das suas machambas”, acrescentando que, “também formamos as comunidades locais, ensinando-as como devem trabalhar com a terra. Essas formações são, às vezes, feitas em coordenação com o governo local.”

Em 2015, Zhang Jianping (48), um dos funcionários da companhia, deixou Heshun a procura de novas oportunidades de emprego, para sustentar a sua família. Para trás, deixou a esposa e os dois filhos.

Distante da sua terra natal e da família, Zhang Jianping trabalhou como mecânico, assim como ajudante na construção de moradias. A saudade de casa e da familia perseguiam-no. Um salário cerca de 10 mil RMB anualmente, segundo conta, também estava na lista dos factores que dificultavam a sua vida.

Mas em 2017, quando começou a trabalhar na Cucu, a vida melhorou.

“Aqui nesta empresa, o meu salário é muito melhor. Tenho anualmente um salário de cerca de 40 mil RMB. Mas antes tinha um salário anual de 10 mil RMB. E, além do salário, estou próximo da minha família”, disse.

Agora, trabalhando na sua terra natal, para Cucu, ele conta que a vida mudou. Zhang pode ver os seus dois filhos crescerem e garantir um bom futuro para eles, juntamente com a sua esposa que trabalha na Cucu desde 2016.

“A minha vida mudou bastante”, conta o homem que agora destina seu salário apenas para a familia diferente do que acontecia quando trabalhava fora, pois devia alugar uma casa o que torna a vida mais complicada.

Escrito: HilárioTaimo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Concurso de habilidades manuais especiais e produtos inovadores de Guizhou
Escadas rolantes construídas em encosta montanhosa
Feira do Livro de Shanghai foi inaugurada
Parque Florestal Nacional de Aershan na Mongólia Interior
Girassóis florescem em Gansu
Parque Nacional de Chobe em Botsuana

Notícias

Exposição coletiva exalta 70 anos da fundação da República Popular da China e cooperação com Moçambique
Palestra temática sobre o Cinturão e Rota é realizada no Rio de Janeiro
Comentário: Novas forças motrizes impulsionam desenvolvimento econômico de alta qualidade
Gigante chinesa de streaming ao vivo YY registra crescimento robusto de receita no segundo trimestre
Sinopec descobre 92,1 bilhões de metros cúbicos de gás natural
China se torna segunda maior origem de investimento estrangeiro da Nova Zelândia