Israel suspende proibição de entrada de estrangeiros

Fonte: Xinhua Published: 2021-03-11 17:22:22
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Israel suspendeu na segunda-feira a proibição de entrada de estrangeiros no país, de acordo com um comunicado emitido pela Autoridade de População e Imigração de Israel.

A decisão, anunciada pelo gabinete israelense, permitirá que estrangeiros entrem no país com a aprovação de um comitê especial de autorização, após solicitação prévia.

Além disso, o gabinete permitia a entrada de israelenses de no máximo 3.000 pessoas por dia. Nas próximas duas semanas, a prioridade será dada à entrada de israelenses antes das eleições gerais programadas para 23 de março. Antes disso, a entrada de cidadãos estrangeiros será aprovada em caráter limitado.

Em março de 2020, Israel proibiu a entrada de estrangeiros em Israel, após a eclosão da pandemia de COVID-19 no país. Desde julho do ano, a proibição foi gradualmente amenizada, com permissões sendo concedidas para eventos familiares, reuniões de negócios e outros eventos.

No entanto, no dia 21 de dezembro de 2020, Israel proibiu completamente a entrada de estrangeiros devido ao aumento das infecções. No dia 26 de janeiro de 2021, Israel fechou o Aeroporto Internacional Ben Gurion para a maioria dos voos de ida e volta para evitar a propagação de novas cepas do vírus.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Aldeia de Wuyuan acolhe chegada da primavera
Flores de cerejeira em Guizhou
Pessoas visitam show de luzes em Wuhan, província de Hubei
As flores de damasco na cidade Zaozhuang estão em plena floração
Fotos aéreas da praça cultural em Liuzhou
China realiza comemorações do Dia Internacional da Mulher

Notícias

COI afirma que a China está preparada para os Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022
Vacina chinesa contra Covid-19 é eficaz contra variantes do novo coronavírus, afirma Doria
Preços ao produtor da China sobem 1,7% em fevereiro
Inflação ao consumidor cai 0,2% em fevereiro na China
Declaração da CGTN sobre sanções e decisões do Ofcom do Reino Unido
Ministério das Relações Exteriores da China apela por cooperação com OMS para realizar o trabalho de rastreamento