Especialista da OMS critica a mídia ocidental por distorcer o rastreamento de origem do Covid-19 em Wuhan

Published: 2021-02-23 21:10:19
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A professora da Unidade de Doenças Infecciosas da Universidade de Copenhagen, Thea Kolsen Fischer, criticou a mídia ocidental por distorcer intencionalmente o recente estudo de rastreamento da origem do coronavírus realizado por uma missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China.

A professora Fischer, também membro de uma missão da OMS no estudo de rastreamento da origem do coronavírus, foi entrevistada nesta segunda-feira (22) pelo jornal dinamarquês Politiken, e disse que a China fez todos os preparativos, além de ter fornecido uma grande quantidade de dados. Segundo ela, os membros da missão e seus colegas chineses respeitaram as opiniões e capacidades de cada um e alcançaram resultados importantes em um curto período de tempo.

Um relatório publicado no New York Times em 12 de fevereiro acusou cientistas chineses de se recusarem a compartilhar dados importantes sobre os primeiros dias da pandemia do Covid-19. Vários especialistas da OMS acusaram o jornal de "distorcer intencionalmente" os fatos.

Tradução: Ângela Han

Revisão: Erasto Santos Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Dois papagaios brincam num ramo de uma árvore de flores de ameixa
A livraria “Zhongshuge” em Beijing atraiu um grande número de leitores
Três Pagodas do Templo Chongsheng
O mar amarelo de flores em Luoping, província de Yunnan
LEGO lançou um set Porsche 911 Turbo e 911 Targa
Flores de cerejeira desabrocham no parque de Wuhan

Notícias

Especialista da OMS critica a mídia ocidental por distorcer o rastreamento de origem do Covid-19 em Wuhan
Alívio da pobreza da China gera efeitos positivos na África e Europa
Mortes por COVID-19 nos EUA superam 500 mil
Comentário: Negligência à epidemia mergulha os EUA num desastre de direitos humanos
É realizada em Urumqi reunião temática intitulada “História do Partido Comunista da China”
Chefe do Executivo e altos funcionários da RAEHK são vacinados contra COVID-19