Comentário: Por que tantas tragédias ocorrem repetidas vezes nos EUA?

Published: 2021-02-23 20:55:23
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Quinhentos mil - Esta é a população total da cidade norte-americana de Alexandria, número maior do que os militares norte-americanos mortos durante as duas guerras mundiais e a Guerra do Vietnã. Hoje, a cifra tornou-se o número de mortos da pandemia do COVID-19 no país.

Setenta e seis - Este é o número de mortes nos EUA causado pela tempestade de inverno este ano. No Texas, devido a um corte de energia em larga escala, pessoas que escaparam do COVID-19 morreram congeladas em quartos, carros e quintais.

Estes dois números surpreendentes refletem a situação difícil do povo norte-americano na luta contra a epidemia e um desastre natural. O mundo exterior não pode deixar de perguntar: por que tantas tragédias ocorreram repetidas vezes nesta superpotência mundial? Se olharmos para o desempenho dos políticos norte-americanos no alívio de desastres, a resposta não é difícil.

Primeiro, o princípio de “priorizar os interesses políticos privados” é uma razão importante para tornar esses dois desastres naturais em um desastre humano.

No início do surto, os políticos norte-americanos negligenciaram a disseminação do novo coronavírus e venderam rapidamente suas ações antes do colapso do mercado de ações, o que resultou na perda do tempo-chave para lidar com a epidemia. Por ocasião da tempestade, o senador do Texas, Ted Cruz, viajou ao México para o feriado.

Por trás desses desastres, a desvantagem institucional de polarização política é a razão fundamental das ocorrências.

No ano passado, qualquer setor podia evoluir para um "ponto de combate" dos dois partidos norte-americanos e qualquer problema podia ser politizado.

Em face do COVID-19, a partir do uso de máscaras para a implementação de planos de resgate econômico, desde a distribuição de equipamentos médicos para a vacinação, os dois partidos norte-americanos sempre se criticaram a fim de agaranhar votos e lucros, o que reduziu significativamente a eficiência de resposta à pandemia.

Perante a crise de corte de eletricidade no Texas, os políticos estão ocupados em se desresponsabilizar. Os republicanos, em nome dos interesses tradicionais da indústria energética, atribuíram o desastre ao problema das novas energias, enquanto os democratas, que são a favor das energias renováveis, disseram que a falha foi por causa da insuficiência da energia tradicional.

Hoje, a polarização política se tornou um bloqueio para quase todas as políticas públicas dos Estados Unidos. A chamada “independência dos três poderes” mudou para a rejeição mútua do poder. A máscara da chamada democracia, liberdade e direitos humanos norte-americanos caiu devido às dores da população de base do país.

Tradução: Paula Chen

Revisão: Erasto Santos Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Dois papagaios brincam num ramo de uma árvore de flores de ameixa
A livraria “Zhongshuge” em Beijing atraiu um grande número de leitores
Três Pagodas do Templo Chongsheng
O mar amarelo de flores em Luoping, província de Yunnan
LEGO lançou um set Porsche 911 Turbo e 911 Targa
Flores de cerejeira desabrocham no parque de Wuhan

Notícias

Alívio da pobreza da China gera efeitos positivos na África e Europa
Comentário: Negligência à epidemia mergulha os EUA num desastre de direitos humanos
É realizada em Urumqi reunião temática intitulada “História do Partido Comunista da China”
Chefe do Executivo e altos funcionários da RAEHK são vacinados contra COVID-19
​China aprova ensaios clínicos para 16 novas vacinas contra Covid-19
Uma festa online é realizada em São Paulo para celebrar o Ano Novo Chinês