Mercado financeiro do Brasil prevê crescimento econômico de 3,49% em 2021

Fonte: Xinhua Published: 2020-12-29 17:33:17
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os analistas do mercado financeiro de Brasil elevaram sua previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2021 de 3,46% para 3,49%, segundo a pesquisa Focus realizada entre as principais instituições financeiras e divulgada nesta segunda-feira pelo Banco Central.

A projeção para a queda do PIB este ano foi mantida em 4,40%.

As instituições mantiveram sua estimativa para o índice de inflação deste ano em 4,39% e reduziram a previsão para o ano de 2021 de 3,37% para 3,34%.

As previsões estão dentro da meta oficial que é de 4% em 2020, com uma margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

A projeção para a taxa básica de juros Selic, atualmente em 2% ao ano passou de 3% para 3,13% no final de 2021.

A projeção para a taxa de câmbio está em 5,14 reais por dólar no fim deste ano e de 5 reais por dólar no final de 2021.

Para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos importações), a estimativa está em US$ 55 bilhões para 2020 e US$ 55,1 bilhões para 2021.

A previsão para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil está em US$ 40 bilhões para 2020 e US$ 60 bilhões para o próximo ano.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Pessoas trabalham em uma fazenda marinha em Rongcheng, província de Shandong
Indústria de fabricação de vassouras de Maozhuang ajuda a aumentar a renda dos habitantes locais
Fotos aéreas do Lago Baima, província de Jiangsu
Paisagem da pradaria Haltent na província de Gansu
Grande Mundo de Neve e Gelo abre em Harbin
Drones apresentam um show de luzes em Shanghai

Notícias

Mercado financeiro do Brasil prevê crescimento econômico de 3,49% em 2021
Bolsonaro afirma que Brasil não irá atrás das farmacêuticas para comprar vacinas contra COVID-19
Novo variante de COVID-19 existe na Alemanha desde novembro, diz mídia
Mutação do coronavírus é "normal e previsível", diz OMS
Dezembro é o mês com maior número de mortes nos Estados Unidos desde o início da pandemia do coronavírus, diz CNN
Pandemia causa múltiplos efeitos negativos no Brasil