Pesquisa mostra que EUA são o maior produtor de lixo plástico

Published: 2020-11-04 11:54:02
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês), publicou em outubro um projeto sobre o lixo marinho, responsabilizando a China, Indonésia, Filipinas, Tailândia e Vietnã, cinco países asiáticos, como as principais origens dos resíduos plásticos do mar.

No entanto, a revista Science Advances publicou recentemente uma pesquisa, indicando que os EUA são exatamente o maior produtor do lixo plástico do planeta. As estatísticas mostram que, em 2016, os EUA geraram 42 milhões de toneladas de lixo plástico, entre os quais 1,5 milhão de toneladas foram jogados diretamente em rios, lagos e mar.

O relatório recém-divulgado pelo Fórum Econômico Mundial indica que atualmente 170 países já prometeram reduzir o uso de produtos plásticos antes de 2030. A China, por exemplo, vai proibir o uso de canudos de plástico em todos os restaurantes até o final do ano corrente. E, até o final de 2025, o saco de plástico não degradável será proibido em todas as grandes cidades.

Mas nos EUA, apenas alguns estados, como Nova Iorque, Califórnia e Havaí, têm regulamentos para proibir saco de plástico e o governo federal não emitiu nenhuma ordem nacional neste aspecto.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagem de outono da aldeia de Zhinan em Hangzhou
As autoridades de Gansu oferece treinamento profissionalizante gratuito para ajudar a aliviar a pobreza
Temporada de colheita de fruta de espinheiro vermelho arranca em Hebei
A primeira neve caiu na pradaria de Jiatang, na província de Qinghai, no sudoeste da China
Parque nacional do pântano de Manas, em Xinjiang
Um campeonato de beleza de cães foi realizado em Xi'an

Notícias

Pesquisa mostra que EUA são o maior produtor de lixo plástico
Países ao longo do Cinturão e Rota reconhecem empresas chinesas
Um encontro à sua espera na 3ª Exposição Internacional de Importação da China
Nyima Tashi: Pai da cevada tibetana
Sociedade norte-americana está mais nervosa do que nunca
Empresas internacionais aproveitam oportunidades da recuperação econômica chinesa