Mídias estrangeiras elogiam medidas antiepidêmicas tomadas pela China em Qingdao

Fonte: CRI Published: 2020-10-16 16:17:04
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os Estados Unidos nunca poderão implementar as medidas de quarentena tão estritas e eficazes como a China fez, afirmou no dia 13 Scott Gottlieb, ex-diretor da Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês).

Ao conceder entrevista ao canal CNBC (Consumer News and Business Channel), Scott Gottlieb destacou que os EUA ainda precisam melhorar suas operações em testes do novo coronavírus e rastreamento aos contatos próximos, de forma a controlar a disseminação da epidemia.

Depois de encontrar 12 casos confirmados do novo coronavírus em Qingdao, cerca de nove milhões de residentes da cidade receberão um teste de ácido nucleico em cinco dias. Gottlieb declarou que a China é capaz de evitar uma nova rodada da epidemia, mas isso não ocorrerá nos EUA. “Não temos capacidades de concluir os testes em grande escala. Mesmo se tivermos recursos humanos e materiais suficientes, não faremos tão bem quanto à China.”

A resposta rápida do governo chinês à propagação da epidemia de Covid-19 em Qingdao recebeu elogios dos veículos de imprensa estrangeiros.

A rede de notícias a cabo estadunidense CNN informou que o governo chinês aplicou imediatamente testes de ácido nucleico à maioria da população de Qingdao, logo depois que 12 novos casos foram descobertos. Essas medidas positivas garantiram que o aumento de casos confirmados na China permanecesse em um nível muito baixo, não afetando a vida normal da população. Mais de 600 milhões de chineses viajaram durante o feriado do Dia Nacional entre o dia 1° e 8 de outubro.

A BBC apontou que a China é totalmente capaz de conter a disseminação da epidemia. Por sua vez, outros países do mundo ainda mantêm um crescimento rápido do número de novos casos confirmados e têm que continuar as medidas de bloqueio. Isso constitui um contraste acentuado.

O jornal japonês The Japan Times elogiou as medidas eficientes da China na resposta à epidemia, sendo responsáveis tanto pela vida quanto pelo mundo. O jornal citou as palavras do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, dizendo que a imunidade coletiva é obtida através de proteção às pessoas de um vírus, mas não expõe as pessoas ao vírus. “É antiético permitir que um vírus perigoso desconhecido se espalhe livremente”, acrescentou.

Tradução: Zhao Yan

Edição: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Jardineiros preparam decorações de flores para a 3ª Expo Internacional de Importação da China
Vista de outono da China
Reserva nacional de Daqinggou na Mongólia Interior
Agricultores de Sichuan começam a colheita das ameixas vermelhas
Paisagem de outono do Lago Yanqi, no distrito de Huairou em Beijing
Shenzhen: 40º aniversário de criação de Zona Econômica Especial

Notícias

Mídias estrangeiras elogiam medidas antiepidêmicas tomadas pela China em Qingdao
Oficina de vestuário eleva renda de camponeses de Qianshan
​Financial Times: experiência da China oferece melhor solução para a recuperação econômica mundial
Bill Gates considera que desempenho dos EUA perante Covid-19 é um dos piores
Projeto de realocação beneficia a população pobre da região das montanhas Qilian
Vila de Shengli na Região Autônoma Zhuang de Guangxi alcançará a vitória na batalha contra a pobreza