Políticos e empresários chineses e europeus abordam oportunidades e desafios de cooperações na economia digital

Published: 2020-09-10 16:45:55
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Diálogo Comercial China-Europa organizado pela Câmara de Comércio da União Europeia na China foi realizado ontem (9) por videoconferência. Políticos, empresários e especialistas de think tanks da China e de países-membros da Uião Europeia, como Bélgica, Itália, França e Grécia) conversaram sobre o tema "oportunidades e desafios de cooperações na economia digital".

Os participantes lembraram que este ano marca o 45º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e a UE. Ambos os lados estão enfrentando a tarefa do desenvolvimento digital, e a transformação digital é uma agenda importante para a transformação socioeconômica das duas partes. Como uma potência em tecnologia da informação, a China alcançou grandes resultados na aplicação do 5G e na economia digital. Os países europeus devem cooperar com a China para desenvolver a economia digital global.

O ex-presidente da Comissão Europeia e ex-primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, disse em seu discurso que, apesar de sistemas diferentes, a China e a Europa podem alcançar uma harmonia.

O vice-presidente do Parlamento Europeu, Dimitrios Papadimoulis, disse em seu discurso que o objetivo da cooperação China-Europa é promover a economia digital. Tanto a China quanto a UE devem superar os problemas econômicos, políticos e de valores.

O chefe da Missão Chinesa na União Europeia, Zhang Ming, disse em seu discurso que as duas partes devem persistir na abertura mútua de mercados, fortalecer a cooperação na indústria tecnológica e promover conjuntamente a formulação de regras e padrões da economia digital global.

A diretora de Assuntos Governamentais, Segurança Cibernética e Políticas de Privacidade da Huawei, Sophie Batas, disse que a companhia tem cerca de quatro mil funcionários na Europa e contribuiu com 12,8 bilhões de euros para o PIB europeu em 2018. A empresa tem procurado maneiras de promover a comunicação com vários países-membros da UE.

O presidente da China Soft Capital, Wang Guangyu, disse que a China e a UE podem encontrar muitas oportunidades de cooperações no mercado de capitais. Como uma instituição de investimento inovadora, a China Soft Capital espera cooperar com mais empresas europeias do mesmo setor para apoiar o desenvolvimento de empresas inovadoras.

Tradução: André Hu

Revisão: Diego Goulart


Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Parabéns, professor!
Esforços de conservação apoiados por tecnologias modernas nas Grutas da Montanha Maiji
Empresas chinesas apresentam inovações e tecnologias na feira de comércio de serviços
Parque Nacional de Floresta Tropical de Hainan
Área de pastagem em Xilingol entra na temporada de corte de grama
Salão de Concerto de Shanghai reabre ao público

Notícias

UNESCO quer trabalhar com a China para encontrar soluções para problemas globais
Indústria de flores impulsiona desenvolvimento da região de Dounan na província de Yunnan
Comentário: Reprimir aplicativos chineses prejudica interesses dos EUA também
Feira Internacional de Comércio de Serviços da China encerra em Beijing
Indústria de serviço de entrega expressa da China manteve desenvolvimento rápido em 2019
Começa em Beijing o Mês de Promoçâo do Consumo Nacional 2020