​Comentário: decisões errôneas dos políticos estadunidenses atrapalham o mundo

Fonte: CRI Published: 2020-08-05 20:29:59
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

“Antes da pandemia, os EUA foram o principal motor do crescimento econômico global. E agora o país se tornou o maior atrapalhador do mundo.” As palavras são da jornalista da Reuters, Shrutee Sarkar.

Perante a pandemia, Washington não tem como impedir a recessão drástica da economia. Em julho, o índice do dólar registrou a maior queda nos últimos dez anos. Desde março deste ano, o número acumulado de desempregados nos EUA ultrapassou 52 milhões. No segundo trimestre, o PIB dos EUA reduziu 32,9%, a maior queda desde 1947. O jornal The Washington Post comentou que a recuperação econômica dos EUA está experimentando fracasso.

O que causou a tragédia da economia dos EUA?

Segundo analistas, o maior erro do governo dos EUA ao lidar com a pandemia é o “tratamento político” do vírus, em vez de “tratamento científico”. O jornal britânico The Guardian indicou que a mentira do presidente estadunidense sobre o COVID-19 já dura cinco meses, a qual é a origem da tragédia da pandemia e economia.

Superficialmente, as medidas de Washington são incompreensíveis. Na verdade, todas as decisões foram influenciadas pelos interesses privados das eleições. Para a vitória das eleições, os políticos até pagaram com a vida da população e o futuro do Estado. Segundo o professor de relações internacionais da Universidade de Harvard, Stephen Walt, as medidas do presidente estadunidense ao lidar com o novo coronavírus vão acelerar a queda dos EUA.

Mas o pior é que as consequências das decisões errôneas de Washington estão atrapalhando o mundo inteiro.

Em relação ao tratamento do COVID-19, os EUA fugiram das suas responsabilidades e destruíram a cooperação internacional no combate à pandemia. No momento crucial deste combate, os EUA anunciaram a saída da OMS, enfraquecendo os esforços internacionais.

Sendo a maior economia do mundo, os EUA se tornaram agora o principal risco para a recuperação econômica mundial. A economia dos EUA ocupa um quarto da economia do globo e sua recessão causará um grande impacto ao mundo inteiro. Simultaneamente, o fraco ambiente comercial reduzirá seu investimento no exterior, influenciando a economia do mundo todo. Nos primeiros cinco meses deste ano, o volume de importação e exportação dos EUA reduziu US$ 176 bilhões, uma queda de 13% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Com o fraco combate à pandemia e a retomada da economia, os EUA, a única superpotência do mundo, estão no pior momento de credibilidade e liderança. Atualmente, a pandemia causou 4,7 milhões de infecções e 150 mil óbitos nos EUA, e a pandemia continua no país. A superpotência será destruída propriamente pelos seus políticos egoístas.

Tradução Xia Ren

Revisão Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21