Organizações civis da China promovem troca de experiência sobre o controle de Covid-19 com Brasil

Fonte: CRI Published: 2020-07-30 15:07:30
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A Rede para Intercâmbio Internacional da China e a Rede de Cooperação da Rota da Seda promoveram nesta quarta-feira (29) uma conferência online para trocar informações sobre prevenção e controle da pandemia de Covid-19 entre as organizações civis da China e do Brasil.

Os representantes do Hospital de Tongji da Faculdade de Medicina da Universidade de Ciência e Tecnologia de Huazhong, da província de Hubei, apresentaram um estudo acerca das características do novo coronavírus e os principais métodos no controle e tratamento.

O médico Chen Tao observou que o número de casos continua aumentando nos países da América do Sul. Ele salientou que o trabalho de controle e prevenção é mais importante do que o tratamento, tomando em conta a forte disseminação do coronavírus e os sintomas leves em geral. O pesquisador sugeriu tomar medidas de prevenção médica e a separação dos infectados, enfatizando novamente a utilização de máscara em ambientes fechados e lotados.

Sun Ruihua, responsável do grande condomínio de Qiliyicun, em Wuhan, apresentou as medidas adotadas para prevenção comunitária. Ela destacou a necessidade de comunicar para conscientizar os moradores e criar uma atmosfera de informações esclarecidas durante o combate à epidemia.

Já o bairro desenvolveu também uma equipe de voluntários que uniu a força de funcionários do governo e de membros do Partido Comunista da China para fazer patrulha de persuasão e guarda de entrada, além de ajudar no fornecimento e distribuição de cestas básicas e materiais necessários. Graças ao esforço, este condomínio que conta com três mil famílias e 8.300 moradores não relatou nenhum novo caso desde a reabertura da cidade de Wuhan, garantido efetivamente a rotomada das atividades sociais.

Para a diretora do Gabinete da Comissão provincial de Saúde de Hubei, Li Xiangdong, a união e a coordenação entre os países do mundo são forças indispensáveis para a comunidade internacional superar a pandemia. Ela recordou que a província de Hubei tem mantido uma boa cooperação amigável com a parte brasileira, acrescentando que está pronta para oferecer apoio e assistência para encarar o combate ao novo coronavírus junto com os brasileiros.

A secretária Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul, no Brasil, Arita Bergmann, agradeceu a disposição da província de Hubei em compartilhar suas experiências essenciais no enfrentamento ao Covid-19. Apesar do cenário ainda severo, o estado gaúcho está ampliando a testagem e a identificação geral dos casos infetados, como Hubei já fez. Arita lembrou que recebeu ainda uma série de doações de máscaras da parte chinesa. Espera que os dois lados estreitem ainda mais o laço de fraternidade e acredita que o resultado bem sucedido na China dá mais confiança para o Brasil vencer a epidemia.

Reportagem: Isabel Shi

Edição: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21