Comentário: Pompeo está se tornando um hooligan político!

Published: 2020-07-29 21:40:41
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, e outros políticos do país caluniaram a China por “roubar” os direitos de propriedade intelectual dos EUA. Eles atacaram os estudantes e trabalhadores chineses nos EUA por terem intenções secundárias. A parte norte-americana até fechou o consulado chinês em Houston por essa razão, causando impactos graves às relações entre os dois países.

É muito ridículo que os EUA têm realizado espionagem de grande escala pelo mundo e reprimido o desenvolvimento tecnológico de outros países. Os políticos norte-americanos como Pompeo não apresentam nenhum limite e já se tornaram hooligans políticos por completo.

De fato, essas falácias infundadas dos políticos norte-americanos contra a China não são nada novas. Nos anos anteriores, os EUA provocaram a guerra comercial contra a China a fim de proteger os próprios interesses econômicos. Desta vez, Pompeo politizou intencionalmente a proteção aos direitos de propriedades intelectuais e associou o tema às difamações ao partido no poder da China, com o objetivo de atualizar sua política anti-China.

Os políticos norte-americanos, porém, não apresentaram nenhuma prova. A ação foi criticada amplamente por pessoas com discernimento. Após os EUA exigirem o fechamento inesperado do consulado chinês em Houston, muitas mídias norte-americanas apontaram que a decisão do governo Trump teve como objetivo desviar a opinião pública sobre suas fraquezas no combate à epidemia do COVID-19 e incentivar seu desempenho nas eleições presidenciais.

Atualmente, o aumento das forças científicas e tecnológicas da China vem aumentando a preocupação dos políticos norte-americanos que mantêm o pensamento de “jogo de soma zero”. Além de criar os rumores de que a “China roubou tecnologias norte-americanas”, eles lançaram sanções contra empresas chinesas sob pretextos de “segurança nacional”, rasgando o véu da hipocrisia de sua alegada “livre concorrência”. Isso revela, muito claramente, que os políticos norte-americanos estão aplicando todos os meios possíveis para alcançar seus objetivos.

Ao mesmo tempo, muitos estudantes chineses nos Estados Unidos sofreram intimidações e investigações pelos EUA. Alguns deles até foram detidos e processados como "espiões" pelas agências policiais norte-americanas. Alguns projetos de cooperação normais sobre pesquisa científica também foram suspensos pelo governo norte-americano sem motivo.

De fato, todas as pessoas imparciais vão reconhecer que os progressos da China no setor científico e tecnológico se atribuíram fundamentalmente aos próprios esforços duradouros e à ampla participação na cooperação internacional. Tudo isso foi conquistado de forma sincera e franca. A abertura, cooperação e tolerância constituem a base para a civilização e a evolução da humanidade. Os EUA também devem segui-las para obter maior sucesso.

Tradução: Paula Chen

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21