Comentário: Difamação de Pompeo a partido no poder da China é absurda e insensata

Published: 2020-07-28 20:53:02
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, atacou violentamente o partido no poder da China e, ao mesmo tempo, "elogiou" o povo chinês com segundas intenções, em seu recente discurso proferido na Biblioteca e Museu Nixon, na Califórnia. As palavras de Pompeo incitaram deliberadamente a oposição entre o partido no poder e o povo chinês, na tentativa de criar contradições e caos na China.

Quanto a isso, Richard Haass, presidente do Instituto Americano de Relações Exteriores, destacou que o discurso feroz de Pompeo mostrou que ele "não entende a China". Na verdade, Pompeo teve um julgamento gravemente errado sobre a situação do país. Sua difamação contra o partido no poder da China foi muito absurda e insensata. A tese dele foi ridicularizada até pela comunidade internacional.

O sentimento do povo é um espelho da capacidade de governança do partido no poder de um país. A taxa de aprovação do governo chinês ficou em primeiro lugar nas pesquisas de renomadas empresas internacionais de pesquisas de opinião por muitos anos.

Por que o governo chinês pode obter um nível tão alto de confiança do povo? A razão fundamental está no fato de que o partido no poder da China nunca procurou seus próprios interesses pessoais além dos interesses do povo desde sua criação. Por esse motivo, nos 70 anos desde a fundação da Nova China, o partido no poder da China levou o povo a tornar o país, que era pobre e fraco, na segunda maior economia do mundo, trazendo mudanças significativas à vida das pessoas.

O combate ao surto da epidemia do COVID-19 demonstrou mais uma vez os conceitos de "priorizar o povo" e "priorizar a vida", sustentados pelo Partido Comunista da China (PCCh). Esta também é a experiência mais importante da China no controle de epidemias em pouco mais de três meses.

Passando por dificuldades, o povo chinês percebeu mais profundamente que a liderança do PCCh é a garantia mais importante e o apoio mais confiável; por sua vez, a confiança e o apoio do povo tornaram-se a maior confiança do PCCh na governança.

Por outro lado, o povo chinês, provado pelo tempo, aprecia a paz conquistada com muito esforço. O povo chinês é altamente vigilante contra as tentativas norte-americanas de incitar agitações e subverter o poder em outros países sob o pretexto de "liberdade" e "democracia". O povo chinês mantém um entendimento claro sobre as tragédias causadas por conflitos sangrentos, turbulências sociais e até destruição do país. O povo chinês não permite que incidentes semelhantes ocorram no solo do país.

É claro que pessoas como Pompeo, que têm preconceitos ideológicos e focam apenas nos próprios interesses políticos, não conseguem entender a conexão de carne e osso entre o partido no poder e o povo da China. Eles sempre estão imersos no ambiente político de "os interesses do partido, os capitais e os votos são as coisas mais importantes". Embora eles falem sobre "o povo", nunca colocaram a vida e os interesses do povo diante de seus olhos.

Como diplomata chefe dos EUA, Pompeo não se importa com a vida e a morte de seu próprio povo. Na verdade, ele usou muito espaço em seu discurso para demonstrar preocupação com o "povo chinês". Quem ele poderia enganar e quais são as intenções reais dele?

Tradução: Paula Chen

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Weining desenvolve indústria de cultivo de hortaliças para aumentar as oportunidades de emprego
Crianças participam de diversas atividades durante férias de verão
Sichuan realiza projetos para alcançar desenvolvimento rural integral
Melhora o ambiente ecológico do lago Chagan
China reabertura de cinemas
Pessoas se divertiram em um campo de flores na cidade de Jilin

Notícias

Sonda de Marte Tianwen-1 envia de volta foto da Terra e da Lua
Comentário: Difamação de Pompeo a partido no poder da China é absurda e insensata
China anuncia suspensão do acordo de extradição entre Hong Kong e Canadá, Austrália e Reino Unido
Xi Jinping congratula lançamento do programa ITER
Pesquisadora do Instituto de Virologia de Wuhan exige desculpas de Trump
Comerciantes estão ansiosos para participar da Exposição Internacional de Importação da China