Maioria dos estadunidenses opõem-se ao uso impróprio dos termos “vírus da China” e “gripe Kung Fu”

Published: 2020-07-16 15:45:30
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Sessenta e seis por cento dos eleitores registrados dos Estados Unidos consideram inadequado usar os termos “vírus da China” ou “gripe Kung Fu” quando se refere ao COVID-19, segundo uma nova pesquisa realizada conjuntamente pelo jornal The Hill e empresa HarrisX. Enquanto 34% dizem que é apropriado.

A pesquisa, realizada nos dias 3 e 4 de julho com 933 eleitores registrados, constatou que 83% dos eleitores democratas e 66% dos independentes afirmam que é inadequado usar esses termos ao falar sobre o novo coronavírus. Enquanto isso, 56% dos eleitores republicanos disseram que esses termos, que o presidente Trump usou repetidamente, são adequados.

Sessenta e dois por cento dos eleitores que aprovam Trump também acreditam que os termos são adequados, enquanto 38% dos apoiadores de Trump disseram que são inadequados. Entre aqueles que desaprovam o presidente, 89% dizem que os termos são inadequados, em comparação com apenas 11% que dizem que são apropriados. O termo “Kung flu” é um neologismo criado a partir das palavras Kung Fu e flu, gripe em inglês.

Tradução: Zhu Jing

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21