China doou mais de duas toneladas de materiais médicos para o Brasil

Fonte: CRI Published: 2020-07-03 14:38:37
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A cerimônia de entrega do primeiro lote de materiais de combate à epidemia doados pelo governo chinês ao Brasil foi realizada on-line no dia 2. O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, e o chefe da Assessoria Internacional do Ministério da Saúde do Brasil, Flávio Werneck, participaram da videoconferência.

Yang Wanming disse que após o surto da pandemia no Brasil, a China permaneceu firme ao lado do povo brasileiro, preparando rapidamente mais de duas toneladas de materiais médicos, conforme as necessidades do país. Ele revelou ainda que o segundo lote de materiais de mais no valor de 1,5 milhão de reais também está a caminho do país sul-americano. Além disso, mais de 20 províncias e cidades da China e mais de 30 empresas chinesas já doaram suprimentos médicos a mais de 30 estados e municípios brasileiros.

Flávio Werneck agradeceu o governo e as empresas da China pelos auxílios oferecidos ao Brasil, além de lembrar que especialistas chineses já compartilharam experiências com os profissionais da saúde do Brasil por videoconferências.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Exposição de Máquinas-Ferramenta é aberta em Shanghai
Inundações atingem rio Qijiang de Chongqing
Flores de lótus no parque Zijingshan em Zhengzhou
Distrito de Fuyang promove ecoturismo
Veículos de teste móveis adotados no distrito de Xicheng em Beijing
COMAC entrega aviões regionais ARJ21 às companhias aéreas

Notícias

State Grid da China conclui construção de rede elétrica em regiões afetadas pela pobreza
China doou mais de duas toneladas de materiais médicos para o Brasil
Parte continental da China registra cinco novos casos de COVID-19
46 países expressam apoio ao trabalho antiterrorismo da China em Xinjiang
Nenhuma etnia será esquecida no caminho para a vida próspera
Chega à Guiné o 2º lote de equipamentos da China para combate à epidemia